Livre-se de oito situações de raiva na dieta

Saiba driblar momentos que te deixam irritado ao restringir a alimentação

POR LETÍCIA GONÇALVES - ATUALIZADO EM 09/06/2011

Fazer dieta para emagrecer pode tirar qualquer um do sério - e com razão! Deixar de lado uma saborosa sobremesa de chocolate para comer uma singela maçã parece ser pouco agradável. Segundo um recente estudo da Universidade de Califórnia (EUA), essa troca de opções contra a vontade da pessoa exige um esforço de autocontrole, que é justamente o responsável por um sentimento nada agradável: a raiva.

Os pesquisadores avaliaram o sentimento dos participantes ao terem de fazer escolhas, como entre um chocolate e uma maçã. Os resultados indicaram que a necessidade de se controlar na dieta - escolhendo a maçã, nesse caso - desgasta a pessoa, que fica menos propensa a usar o autocontrole novamente e torna ainda mais difícil controlar o comportamento agressivo.

A boa notícia é que esse dilema pode ter saída. Os autores do experimento sugerem evitar momentos em que seja preciso usar esse autocontrole para escolher uma comida mais saudável. Confira quais são essas situações mais comuns e saiba como revertê-las.

1. Situação: geladeira cheia de guloseimas.

Você abre e sempre se depara com alimentos deliciosos, mas que comprometem a dieta. Por isso, tem de se controlar para não consumi-los. Isso pode facilmente te deixar de mau humor e aumentar as chances de sair da linha, principalmente nos momentos de fome ou de pressa, como explica a nutricionista Fernanda de Oliveira, do Hospital São Camilo: "Quando estamos com pressa para comer, nem pensamos na qualidade, mas sim no tempo. Já se ficamos horas sem nos alimentar, a fome é tanta que sempre exageramos".

2. Alternativa: sabe aquela conhecida expressão "o que os olhos não veem, o coração não sente"? Adapte-a à dieta: não deixe os alimentos pouco saudáveis à vista para não passar vontade toda hora. "Faz toda a diferença criar estratégias que dificultem o acesso ou o consumo de alimentos, pois isso é uma ferramenta que ajuda e facilita o autocontrole", conta a nutricionista especialista em psicologia do emagrecimento, Vanessa Leite.