Saiba o que entra e o que sai do prato para proteger o coração

Algumas gorduras precisam ser substituídas, já soja e carne magra ganham destaque na dieta

POR ANA PAULA DE ARAUJO - PUBLICADO EM 24/01/2012

Você sabe o que faz bem ou mal ao seu coração? Uma pesquisa do Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo, mostrou que a maioria dos pacientes com problemas cardíacos não sabem exatamente como deve ser a sua alimentação. O levantamento incluiu 600 voluntários, portadores de doenças como pressão alta, diabetes, obesidade e colesterol elevado.

Grande parte dessas pessoas não sabe a diferença entre os tipos de gordura e quais são mais saudáveis - 20% dos entrevistados não sabiam que as gorduras saturadas são ruins para o coração e 57% acreditavam que as gorduras poli-insaturadas são prejudiciais - quando, na verdade, fazem bem. Pensando nisso, pedimos a nutricionistas que indicassem as melhores e as piores opções de alimentos para pessoas com problemas que afetam o coração, ou mesmo para aquelas que querem manter esse órgão saudável por muitos anos.  

1. O perigo: leite integral

Alimentos de origem animal costumam ser ricos em gordura saturada. "Esse tipo de gordura traz prejuízos à saúde do coração, pois pode causar aterosclerose, aumento do colesterol e infarto", explica a nutricionista Bruna Murta, da rede Mundo Verde, em São Paulo.

2. O amigo: leite desnatado

Apesar de também ser de origem animal, o leite desnatado é isento de gordura. Se você não gosta muito do sabor mais "aguado", pode optar pelo semidesnatado. "O leite semidesnatado chega a ter oito vezes a menos de gordura do que o integral", diz a nutricionista Paula Castilho, da clínica Sabor Integral Consultoria em Nutrição, em São Paulo.  

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não