Corrija a dieta durante o tratamento de hepatite

Descubra por que seu fígado sofre durante a digestão de alguns tipos de alimento

POR CAROLINA SERPEJANTE - PUBLICADO EM 28/07/2012

Raro encontrar uma doença que pode ser tratada somente com o uso de medicamentos. Cada vez mais, especialistas descobrem como é importante mudar hábitos no combate a problemas de saúde, crônicos ou não. O papel da alimentação, em praticamente todas as situações, é fundamental e determina o sucesso do tratamento - isso acontece com infecções mais simples, como a gripe a necessidade de estimular a imunidade a partir da dieta, e com casos mais sérios, como a hepatite e outras doenças do fígado (órgão diretamente relacionado ao metabolismo de tudo o que você consome, seja alimento, bebida ou medicação).

"Todo o cuidado é pouco na fase em que o fígado está mais sensível e não pode ser sobrecarregado, neste momento nem um remédio trivial para dor de cabeça pode ser ingerido sem orientação médica", afirma a hepatologista Marta Deguti, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo.Segundo dados do Ministério da Saúde, são registrados aproximadamente 33 mil casos de hepatites virais por ano no Brasil, sendo a hepatite A (causada pelo contato com alimentos ou líquidos infectados) a mais recorrente. Em seguida, aparecem as hepatites do tipo B e a hepatite C, causadas pelo contato com sangue infestado e a partir de relações sexuais em que um dos parceiros apresenta o vírus, respectivamente.

Também existem os quadros crônicos de hepatite, ou seja, provocados por distúrbios metabólicos e outras condições que alteram o funcionamento do fígado. Em todas as situações, no entanto, permanece o alerta: quanto mais cuidadosa for a sua dieta, maiores as chances de alcançar a recuperação, ou o alívio dos sintomas, rapidamente. No Dia da Hepatite (28 de Julho), fique por dentro das principais dicas e neutralize o vírus da doença: 

Bebida alcoólica

Pacientes com hepatite e outras doenças do fígado devem restringir completamente a ingestão de álcool, afirma a hepatologista Marta Deguti, do Hospital 9 de Julho. "O álcool é metabolizado no fígado e, portanto, representa sobrecarga de trabalho para as células que estão doentes". Além disso, o álcool interage com muitas das medicações ingeridas pelo paciente, podendo intoxicar ou estressar o fígado.  

Seu peso dos sonhos é ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso atual e sua
meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não