Oito atitudes radicais que você deve evitar para emagrecer

Uma dieta saudável pede mudanças graduais que não prejudicam a saúde

POR LETÍCIA GONÇALVES - ATUALIZADO EM 10/03/2017

Se para você fazer dieta significa passar fome, comer só salada e excluir vários tipos de alimentos do cardápio, é preciso rever a sua forma de se alimentar. Quem adota atitudes tão radicais pode até conseguir emagrecer rápido, mas dificilmente conseguirá manter o peso depois. Sem contar que essas mudanças bruscas trazem mau humor e até prejudicam a saúde.

"O melhor é sempre buscar uma reeducação alimentar, revendo a quantidade de alimentos consumidos e, aos poucos, adaptar-se a uma nova forma de escolher o que você coloca no prato", explica a nutricionista Roberta Stella, do Dieta e Saúde. Esse método pode adiar um pouco mais a sua meta final, mas o resultado é um emagrecimento duradouro e saudável. Descubra por que as mudanças radicais só tendem a atrapalhar o seu objetivo.

Banir os doces do cardápio

Dieta não é motivo para tirar o chocolate ou outro alimento que você tanto gosta da sua alimentação. Isso só vai fazer com que o emagrecimento seja um processo chato e mais difícil. "O segredo é saber consumir o doce com moderação", explica a nutricionista funcional Noadia Lobão, do Rio de Janeiro.

Escolha porções pequenas e prefira doces mais saudáveis, como o chocolate amargo. "Procure consumi-lo depois da ingestão de alimentos proteicos - como carnes, leite e derivados - para que o doce rico em açúcar não seja transformado em carga rápida de energia e aumente o depósito de gordura", aconselha. Com o tempo, você vai se acostumando a essa porção de doce e, ao mesmo tempo, emagrecendo.