Pular o café da manhã pode aumentar o risco de doenças cardíacas

Estudo afirma que prática eleva em 27% as chances de problemas no coração

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 02/12/2016

Conhecido como a refeição mais importante do dia, o café da manhã não só dá uma força na dieta, como também pode proteger de doenças. É o que afirma um estudo feito pela Harvard School of Public Health, que descobriu que pular essa refeição pode aumentar o risco de doenças cardíacas. Os resultados foram publicados dia 22 de julho na revista Circulation da American Heart Association.

Os cientistas acompanharam 26.902 profissionais de saúde do sexo masculino, com idades entre 45 e 82 anos. Durante os 16 anos em que se decorreu o estudo, 1.572 dos homens sofreram eventos cardíacos. Os pesquisadores descobriram que pular o café da manhã aumentavam em 27% o risco de ataque cardíaco ou morte por doença coronariana do que aqueles que fizeram a refeição matinal. Mesmo após a contabilização de dieta, atividade física, tabagismo e outros fatores de estilo de vida, a associação entre pular o café da manhã e doenças cardíacas persistiu.

Uma explicação para esse fenômeno seria a de que não comer o café da manhã faz com que a pessoa tenha mais fome do final do dia, comendo mais nesse período. Esse hábito já foi anteriormente relacionado a alterações metabólicas e doenças cardíacas. Segundo os pesquisadores, pular o café da manhã pode levar a um ou mais fatores de risco para doenças cardíacas, incluindo a obesidade, pressão alta, colesterol alto e diabetes.

Pequenas substituições deixam o café da manhã mais saudável
Entre todas as refeições do dia, o café da manhã precisa de uma atenção especial. É depois de dormir que precisamos de mais nutrientes, já que passamos muito tempo em jejum. "Dentre todos os nutrientes, o carboidrato é fundamental, pois é ele que irá repor os estoques de energia gastos durante o sono", diz a nutricionista Amanda Epifanio Pereira, do Centro Integrado de Terapia Nutricional, em São Paulo. Algumas escolhas podem fazer com que você comece mal o dia. "Os frios ou embutidos sãos os piores itens do café da manhã, já que são ricos em conservantes que fazem mal à saúde, além de apresentarem grande teor de sódio", alerta a nutricionista. Veja quais são as substituições mais saudáveis:

1.Pão Integral

Um bom primeiro passo para ter um café-da-manhã mais saudável é substituir o pão de forma branco pelo integral. "Os produtos integrais retardam o tempo digestivo, promovem saciedade e oferecem nutrientes protetores à saúde, como magnésio e selênio", explica a nutricionista Amanda Epifanio. A presença de fibras nos pães torna-os muito mais nutritivos e saudáveis, graças à ação protetora delas em nosso organismo.


Durante o processo de refinamento do trigo, todos os nutrientes e vitaminas - como vitamina B1, importante para o funcionamento dos músculos, vitamina B2, essencial para o crescimento, e vitamina E, que retarda o envelhecimento das células - são retirados junto com a casca do grão. Por isso, o pão normal não tem muitos nutrientes além dos carboidratos que, se consumidos em excesso, podem trazer aumento de peso.