PUBLICIDADE

Mito ou verdade? Elimine suas dúvidas sobre dieta e alimentação

Escorregões podem afetar resultados e colocar a saúde em risco

As regras gerais para quem quer perder peso não são misteriosas: alimentar-se de forma saudável, várias vezes ao dia, aprender a controlar os impulsos e praticar exercícios físicos. Porém, dúvidas sempre aparecem quando conversamos e trocamos experiências com outras pessoas sobre dietas. Para eliminar parte dessas questões, conheça sete mitos e verdades que permanecem como pulga atrás da orelha de quem está em processo de emagrecimento:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O leite desnatado tem menos cálcio em relação ao integral?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mito. O leite desnatado indica que ele tem menos gorduras em relação ao integral. Por apresentar menor teor de gorduras, o leite desnatado apresenta menos calorias. Dessa maneira, para ter uma alimentação mais saudável, controlando a quantidade de gorduras saturadas, de colesterol e de calorias, é melhor optar pela versão desnatada.

As gorduras fornecem mais calorias ao alimento?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Verdade. Os nutrientes que fornecem calorias ao alimento são os macronutrientes. Eles são os carboidratos, proteínas e gorduras. Cada grama de carboidratos ou proteínas fornece 4 calorias. Já as gorduras apresentam, por grama, 9 calorias, sendo as mais calóricas entre o grupo.

Como fracionar as refeições no dia a dia?

Cem gramas de maçã podem ter a mesma quantidade de calorias que 10 gramas de chocolate?
Verdade. A maçã apresenta maior quantidade de água, o que "dilui" os nutrientes. No chocolate, os nutrientes estão mais concentrados. Portanto, é mais saudável optar por alimentos ricos em água. Eles podem ser legumes, verduras e frutas. Por serem menos calóricos, podem ser ingeridos em maior quantidade, dando a sensação de saciedade.

Comer carboidratos à noite engorda?

Mito. As calorias dos carboidratos são iguais as das proteínas ou das gorduras e o que provoca o ganho de peso é o excesso de calorias. Por isso, os carboidratos ingeridos à noite não podem ser os culpados pelos quilinhos extras ou pela dificuldade em emagrecer, mas, sim, a quantidade deles. Por isso, aposte nos alimentos com carboidratos complexos. Eles estão presentes nos alimentos integrais (arroz, farinha, aveia), nas verduras, legumes e frutas.

Este grupo ajuda a aumentar a glicemia lentamente, fazendo com que a fome demore mais a aparecer. Também é bom evitar os alimentos ricos em carboidratos e que apresentam baixa quantidade de água, como massa, pães e bolos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pular refeições é uma boa forma de emagrecer?
Mito. Quando pulamos refeições, permanecemos em jejum por muito tempo, o que pode interferir na perda de peso. No entanto, um dos problemas pode aparecer na próxima refeição, pois a fome aumenta e nos impede de sermos seletivos em nossas escolhas. Outro detalhe: o ritmo do organismo acostumado a permanecer em jejum também muda e desacelera, o que pode prejudicar a queima de calorias dos alimentos ingeridos.

Sopa de repolho e suco de limão queimam gordura e aceleram o emagrecimento?

Mito. Todo alimento que será metabolizado pelo organismo causa um gasto energético, mas isso não causa perda de peso. Não há alimentos que queimam gorduras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O efeito das sopas na perda de peso deve-se ao fato de serem refeições pouco calóricas. No entanto, é preciso ter cuidado: elas são alimentos de absorção muito rápida, que não saciam por completo, podendo resultar na sensação de fome antes mesmo da próxima refeição.

Comer carne vermelha é ruim para a saúde e torna mais difícil a perda de peso?
Mito. A carne vermelha é um alimento muito importante para a nossa saúde, pois contém ferro que pode ser facilmente absorvido. Não há alimento ruim, há dieta mal feita.

Por isso, ao comer carne, é preciso se atentar à quantidade de gordura de cada alimento. Prefira as carnes mais magras. As que contém muita gordura tendem a ser muito calóricas e podem interferir no mau colesterol (LDL).