Emagrecer depois da gravidez exige esforço extra

Veja dicas para reconquistar a antiga forma depois do parto

POR MINHA VIDA - PUBLICADO EM 22/11/2010

Desejos de grávidas geralmente são exóticos. Passada a gravidez, porém, a excentricidade dá lugar à praticidade. A vida de mãe reduz o tempo que a mulher tem para cuidar de si, pois ela concentra praticamente todas as atenções para o filho. Neste período, geralmente, a alimentação fica renegada a segundo plano. Também por isso, esta etapa da vida é motivo de preocupação, pois a fase sugere o ganho de peso.

O período pós-parto, também chamado de puerpério, dura em torno de seis a oito semanas e só termina com o retorno das menstruações. Esse é um momento de mudanças físicas, fisiológicas e psíquicas. Para a mulher que acabou de ganhar bebê voltar ao peso que tinha antes de engravidar é preciso manter uma alimentação equilibrada e ao mesmo tempo garantir a qualidade da amamentação.  

Recuperar o peso após gestação exige esforço extra - Foto: Getty Images
Dieta pós-parto

A advogada gaúcha Caroline Cipriani Amoretty, 27 anos de idade, conta que durante a gravidez chegou a ganhar 16 quilos e hoje sofre para recuperar a antiga forma. O esforço diário para cuidar do pequeno Thomaz, nascido em maio, é acompanhado por uma nutricionista.

"Realmente não tenho mais o tempo que tinha antes para sentar diante de uma mesa e saborear um belo prato de saladas. Hoje, tenho cuidado para não cair nas comidas fast-food", diz Caroline, preocupada com a saúde do filho, mas sem esquecer também de cuidar do seu bem-estar. "Faço esteira no mínimo três vezes por semana", completa.

Ao amamentar, além de seguir uma alimentação saudável, é possível perder de dois a quatro quilos em um mês sem comprometer a produção de leite e consequentemente, o crescimento e desenvolvimento do bebê. Porém, se a mulher ganhou mais de 12 kg durante a gestação será mais demorado voltar à boa forma.  

Calcule seu peso ideal

Sua meta de peso é saudável?

Claudia Zamberlam, graduada em Educação Física especializada em Fisiologia do Exercício, explica que 30 dias após o parto normal e 50 após uma cesariana, a mulher pode começar a se exercitar sem medo. Segundo a profissional, neste período não é permitido tomar nenhuma atitude radical, como recorrer a remédios para emagrecer, principalmente durante a fase de amamentação. Ela ressalta também que uma dieta muito rigorosa pode prejudicar. "O equilíbrio é a melhor alternativa. Ou seja, não fazer só uma restrição de calorias, mas cortar coisas que são prejudiciais, como a gordura", explica.

Às novas mamães que ainda estejam desgostosas com o peso atual, calma. O processo da perda de peso pode levar até seis meses. Lembre-se que neste momento o mais importante é a saúde da criança e não a sua forma física. 

Dicas para emagrecer depois da gravidez
- Nunca tome medidas radicais, pois podem prejudicar não somente a amamentação, mas também a sua disposição para as novas atribuições com o recém-nascido;

- Utilize a amamentação também a seu favor. Amamentar ajuda você a perder peso mais rapidamente e fortalece o vínculo entre mãe e filho;

- Pratique exercícios com orientação de profissionais. Mas isso não quer dizer que você possa ou deva fazer uma atividade pesada. Algumas pesquisas sobre as melhores formas de perder peso após o parto mostraram que exercícios intensos não levam à perda dos quilos extras. Atividades aeróbias durante, no mínimo, meia hora diariamente aceleram o processo de emagrecimento;

- Dieta equilibrada e saudável sempre. Ela ajuda as mães a reduzir o peso após o parto sem afetar a amamentação;

- Controle seus desejos. Substitua a vontade de fazer uma boquinha por alguma atividade saudável como brincar com seu bebê ou dar uma volta com o marido;

- Evite excesso de cafeína. Beber muita cafeína leva a picos de insulina que fazem o seu nível de açúcar no sangue cair. Quando isso acontece a maior parte das pessoas sai correndo para comer algo que contenha carboidrato refinado para trazer de volta o nível de açúcar no sangue.

Seu peso dos sonhos é ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso atual e sua
meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não