Minerais são essenciais para manter o equilíbrio do organismo

Seu consumo previne diversas doenças, como insônia e fadiga crônica

O interesse pelos minerais e oligoelementos é relativamente recente. Até pouco tempo, a reposição de nutrientes tinha um pequeno papel no tratamento dos problemas de saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Hoje, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece o papel de 18 minerais, como zinco, cálcio, ferro, magnésio, iodo, selênio e outros, como fundamentais para o bom funcionamento do nosso corpo. Os minerais são nutrientes que estão presentes nas nossas células.

Devemos cada vez mais cuidar da nossa saúde de uma maneira preventiva, integrando nosso corpo, nossas emoções e nossas sensações. Entender como seu organismo funciona e combater os maus hábitos é o primeiro passo para essa prevenção.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nosso corpo dá sinais de tudo. Quando comemos alimentos que nos fazem bem, eles são digeridos rapidamente e ajudam na desintoxicação. Entretanto, quando comemos alimentos não muito saudáveis, eles demoram a ser digeridos, formam gazes, dão dor de cabeça e deixam a boca amarga.

A correria do dia a dia exige do nosso organismo uma quantidade maior de nutrientes para funcionar bem e, quando falta um elemento apenas, o corpo se desequilibra e deixa de funcionar corretamente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As causas dessas deficiências podem ser várias, mas normalmente estão relacionadas ao consumo de alimentos pobres em nutrientes, como comida congelada, refrigerantes, sanduíches, enlatados etc.

Nesse contexto, a Terapia Ortomolecular realiza um papel muito importante. Isso porque com ela, é possível fazer uma avaliação de como seu organismo absorve esses minerais, lembrando que o consumo de remédios durante um longo período contribui para a carência desses nutrientes.

Os primeiros sintomas da falta de minerais podem aparecer na forma de fadiga crônica, predisposição para dores de cabeça, insônia, perturbações digestivas, irritabilidade, desenvolvimento constante de viroses e infecções, depressão, ansiedade e até mesmo uma síndrome do pânico.

Os minerais são antioxidantes e funcionam como defesas naturais do nosso organismo contra os efeitos degenerativos dos radicais livres.

Os minerais são antioxidantes e funcionam como defesas naturais do nosso organismo contra os efeitos degenerativos dos radicais livres, que causam todo o tipo de lesões celulares e o envelhecimento.

O nosso organismo é maravilhoso. A respiração, o pulmão, o coração, a lucidez mental, a produção dos hormônios, o bem estar, a disposição, a eficácia da digestão etc. Toda essa interação é que leva o homem a atingir a saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A seguir confira algumas dicas para você conhecer melhor as funções de alguns desses minerais. Inclua esses nutrientes na sua alimentação para melhorar o funcionamento do seu organismo e ter mais disposição:

Cálcio: essencial para a vida humana, para a liberação de neurotransmissores no cérebro e para auxiliar o sistema nervoso. Ele mantém ossos e dentes fortes, ajuda a metabolizar o ferro e é necessário para o bom funcionamento do coração. Fontes: brócolis, queijo tofu, salmão e gergelim.

Magnésio: necessário para a atividade hormonal do organismo e para a contração e o relaxamento dos músculos, incluindo o coração. Sua deficiência pode produzir hiperatividade nas crianças. Câimbras são um sinal de sua carência. Fontes: arroz integral, levedura de cerveja, chocolate amargo, cereais integrais.

Zinco: necessário para a fertilidade no homem e para o armazenamento de insulina. Ele protege do sistema imunológico e combate infecções virais, como gripes e herpes. Fontes: cogumelos, ostras, ovos e levedura de cerveja.

Cobre: ajuda na absorção do ferro, necessário para a produção de energia, antioxidante e regulador do colesterol. Fontes: abacate, leguminosas e cereais integrais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Iodo: ajuda na proteção contra os efeitos tóxicos dos materiais radioativos, previne o bócio, estimula a produção de hormônios da glândula tireóide, queima gorduras em excesso e protege pele, cabelo e unhas. Fontes: peixe, abacaxi e algas marinhas.

Potássio: necessário para o funcionamento de nervos e músculos e regulador da pressão arterial. A sudorese é uma das causas de perda de potássio, assim como a diarréia crônica e os diuréticos. Fontes: banana, melaço e abacate.

Manganês: necessário para o bom funcionamento do cérebro, atua nos problemas de memória, concentração e irritabilidade. Também é essencial no combate a problemas de pele. Esse mineral é antioxidante e necessário no tratamento da artrite. Fontes: nozes, hortaliças e leguminosas.

Molibdênio: necessário para a produção de ácido úrico, ajuda a prevenir a impotência sexual e previne a anemia, pois é necessário para o metabolismo do ferro. Fontes: ovos, farelo e cereais integrais.

Selênio: antioxidante, protege o sistema imunológico, melhora o funcionamento do fígado, mantém pele e cabelo saudáveis e protege a glândula tireóide. Fontes: gérmem de trigo, atum, brócolis e castanha do Pará.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vanádio: ajuda a retardar a formação de colesterol, ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue, ajuda a reduzir a pressão arterial e previne doenças cardíacas. Fontes: rabanetes, lagosta e salsa.

Ferro: necessário para a produção de hemoglobina e certas enzimas, aumenta as defesas do organismo. É essencial para o fornecimento de oxigênio às células e deve ser consumido em maior quantidade pelas mulheres, uma vez que elas perdem o dobro de ferro que os homens. Sua carência predispõe a fadiga crônica. Fontes: feijões, beterraba, lentilha e marisco.