PUBLICIDADE

Ângela Passig de Oliveira mudou uma história de vida em meses e perdeu 16,7 kg

De armário novo, saúde renovada e autoestima nas alturas, ela está radiante

Os quilinhos a mais sempre fizeram parte da vida de Ângela Passig. Criança rechonchuda, começou a se preocupar com o peso já na adolescência, quando tinha 1,67 m e 58 kg. "Já me achava gordinha e tomava cuidado para não ganhar ainda mais peso (Descubra seu peso ideal) ", conta. E assim foi até ela completar 29 anos, quando engravidou do primeiro filho.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A alegria de se tornar mãe veio acompanhada de 10 kg que não foram mais embora. A segunda gestação, por sua vez, lhe rendeu outros 20 kg. "Passei por um período emocionalmente complicado nessa época e minha fuga era a comida", explica. Assim, mesmo amamentando e tentando adaptar sua rotina a duas crianças pequenas, não conseguia emagrecer.

Ângela antes e depois
Ângela antes e depois

Para Ângela, o primeiro sinal do ganho de peso foi o guarda-roupa. "Ele mudou completamente. Passei a usar apenas batas e calças legging e, por isso, nem me preocupava mais em me arrumar". A situação que, segundo ela, durou dois longos anos, foi marcada por inúmeras situações constrangedoras que iam desde a obrigação de usar poucas roupas em um passeio à praia até ser obrigada a explicar que, apesar da barriga saliente, ela não estava grávida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No final de 2010, outro desafio: a comemoração de encerramento da empresa em que o marido trabalhava seria feita em um resort na praia. Mesmo sabendo que não tinha tempo o suficiente para mudar, Ângela iniciou sua busca por algum método que a fizesse perder peso e uma das propostas que encontrou foi a do Dieta e Saúde. "Fiz a avaliação inicial, comecei a acompanhar os e-mails que recebia, mas achei que não daria certo, que seria mais uma fórmula mágica pronta", relata.

A gota d'água viria somente no início do ano seguinte, quando ouviu do marido "amor, você deu uma engordadinha". Nesse dia, Ângela tomou uma decisão. Iria mudar de vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A virada

Angela perdeu 17kg com saúde

Determinada a resolver de vez seu problema de peso, Ângela tornou-se assinante do programa de emagrecimento Dieta e Saúde. "Gostei desde o início e a empolgação foi crescendo cada vez mais, conforme constatava os quilos perdidos", conta. Duas semanas depois, sua irmã começou a participar do programa. Algum tempo depois, sua empregada também passou a fazer parte da comunidade.

O processo evoluía gradativamente, mas teve seus altos e baixos. "Como no inverno aqui no sul, onde moro, faz muito frio, tive dificuldade de manter o hábito de beber bastante água ao longo do dia. Além disso, durante algum tempo não segui fielmente os passos para realizar uma verdadeira reeducação alimentar". Levou alguns meses, mas finalmente Ângela entendeu que atingir seu objetivo dependia única e exclusivamente dela mesma.

Ferramentas

"O que mais me ajudou no Dieta e Saúde foi a comunidade e o contador de pontos", afirma Ângela. A primeira serviu como uma verdadeira terapia, graças às inúmeras pessoas reunidas com um mesmo objetivo. Por meio dela, foi possível encontrar motivação para resistir às tentações e para manter a disciplina. "Não passo um dia longe da comunidade e sempre aprendo dicas e receitas novas com os amigos de lá", diz.

Já o contador foi essencial para controlar a alimentação. "Incluo nele tudo o que como, desde uma bala até as refeições principais", explica. Ela conta que há semanas não deixa de fora nada que consome e publica tudo em seu blog pessoal.

Outro segredo de Ângela foi apostar nas receitas do site. Com elas ficou fácil preparar pratos light e saborosos. "Amo cozinhar, então, preparo todas as minhas refeições", diz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Se pudesse resumir o Dieta e Saúde em uma única expressão, Ângela diria ?qualidade de vida?. Por meio do programa ela alcançou uma alimentação equilibrada, saúde e autoestima elevada. "Hoje sei que não preciso virar refém de dietas restritivas e malucas, mas sei também que alguns alimentos devem ser consumidos com moderação. Esse equilíbrio só encontrei nele".

O que mudou

Ângela já foi vítima do colesterol alto, mas não sabia como se cuidar e acabou deixando de lado os exames que deveria refazer. Sua família também era vítima dos práticos congelados e fast-food. Para ela, arrumar-se e exibir o corpo parecia não fazer sentido e, acima de tudo, era embaraçoso.

Hoje, ela não só controlou seu colesterol, como ainda constatou ter um ótimo nível do colesterol HDL (bom colesterol). Tanto seu marido quanto seus dois filhos também passaram a se alimentar melhor, incluindo frutas, legumes e verduras em seus pratos diariamente. Outra grande mudança ocorreu em seu guarda-roupas, que passou do tamanho 46 (G) para o 40 (M). "Como é bom ir a uma loja e comprar a roupa que eu quero e não a única que me serve".

A maior mudança, entretanto, foi em relação a sua autoestima. "Minha segurança se reflete em meu trabalho, nos meus relacionamentos, no meu casamento e em toda a minha vida. Ainda não alcancei minha meta, mas voltei a me amar, a me arrumar, a me maquiar e a me sentir muito bem", conta.