Farinha de arroz é indicada principalmente para pessoas celíacas

Rica em proteínas e fibras ela ajuda na prevenção de doenças e auxilia na perda de peso

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 26/09/2016

Dr. Durval Ribas
Nutrologia - CRM 40093/SP
especialista minha vida

As farinhas estão presentes no cardápio dos brasileiros das mais diversas formas. São utilizadas no preparo de pães, bolos e massas. Recentemente, no entanto, elas têm sido destaque na mídia como ingrediente essencial para garantir o equilíbrio da dieta, e, com isso, variações da tradicional farinha de trigo estão ganhando espaço no mercado e conquistando o paladar brasileiro.

O processo de produção da farinha consiste basicamente na moagem do produto como o trigo ou arroz. Dessa forma, ela mantém todos os nutrientes e atua na prevenção de diversas doenças e ainda fornece vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo.

A variação mais comum e mais utilizada atualmente é a farinha de arroz, que é conhecida principalmente por não possuir glúten, e, por isso, pode ser consumida por pessoas com doença celíaca ou intolerância à proteína. Ela também pode ser encontrada na versão integral e ambas apresentam muitos benefícios, como um índice glicêmico bem baixo, o que auxilia no controle do diabetes e doenças do coração. Como mantém as mesmas características do arroz polido, além do amido, a farinha também reduz a absorção de óleos vegetais dos alimentos, tornando-os menos calóricos.

A farinha de arroz também é rica em proteínas, fibras e vitaminas B1, B2, B5 e B6, cálcio e zinco. Ela auxilia o funcionamento do intestino e a diminuição do colesterol. Vale ressaltar que a principal diferença entre a farinha de arroz normal e a integral é a quantidade de fibras e magnésio. A versão integral, que não passa pelo processo de refinamento, mantém uma quantidade maior e mais concentrada de magnésio e fibras.

Outro ponto importante para inserir a farinha na dieta é a fibra encontrada no alimento. O arroz contém fibras insolúveis, que ajudam a mover resíduos através do intestino. Além disso, como sabemos, uma dieta rica em fibras pode ajudar na redução do colesterol e melhorar os níveis de açúcar no sangue.

Outro ponto importante para inserir a farinha na dieta é a fibra encontrada no alimento. O arroz contém fibras insolúveis, que ajudam a mover resíduos através do intestino. Além disso, como sabemos, uma dieta rica em fibras pode ajudar na redução do colesterol e melhorar os níveis de açúcar no sangue.

A farinha de arroz é um substituto adequado e saudável para a farinha de trigo. Na culinária, alguns afirmam que a massa pode perder um pouco a elasticidade, mas o sabor é mantido. É importante alertar que o consumo da farinha de arroz precisa ser controlado, pois, se ingerida em excesso, pode causar problemas, soltando o intestino, devido a grande concentração de fibras.