Semente de girassol protege o coração e o intestino

Ela é rica em fibras, proteínas, vitamina E, entre outros nutrientes incríveis para sua saúde

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 12/09/2016

Dra. Tamara Mazaracki
Nutrologia - CRM 52301716/RJ
especialista minha vida

A semente de girassol é excelente fonte de proteínas, fibras e vitamina E. Ela também é rica em muitos outros nutrientes, incluindo cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre, manganês, selênio e a maioria das vitaminas do complexo B, com destaque para B1 e B6. Além disso, o girassol contém fitoesterois e ômegas. Muito saborosa e versátil, a semente pode ser adicionada a diversas preparações alimentares. Duas colheres de sopa cheias (uma porção de 30 gramas) fornecem 160 calorias e muita nutrição.

PUBLICIDADE

Proteína completa e fibra insolúvel

Uma porção de 30 gramas contém seis gramas de proteína completa, com todos os oito aminoácidos essenciais, o que a torna um excelente alimento para vegetarianos e veganos. A maior parte da fibra encontrada nas sementes de girassol é do tipo insolúvel, que permanece intacta no trato digestivo e limpa o cólon de resíduos e toxinas. O alto teor de fibra (dois gramas por porção) faz a semente de girassol uma amiga do intestino, bem como um alimento adequado para diabéticos (por ser fibrosa sua carga glicêmica é baixíssima, perto de zero).

Vitamina E contra os radicais livres

O girassol é um dos alimentos mais ricos em vitamina E, com 47% da necessidade diária contidos em uma porção. Por ser um antioxidante lipossolúvel, a vitamina E age neutralizando radicais livres que atacam os tecidos e moléculas gordurosas do corpo, como as células do cérebro, as membranas celulares e o colesterol. Com tanta vitamina E a semente de girassol oferece proteção contra doenças degenerativas, cardiovasculares, pulmonares, articulares e reduz a velocidade de envelhecimento.

Fonte de ômegas

Cerca de 75 % do valor calórico do girassol vêm de gorduras benéficas e essenciais ao organismo, os ômegas. Como a maioria das sementes oleaginosas, o girassol é rico em ômega-6 e ômega-9, o mesmo ácido graxo do abacate e do azeite de oliva, que ajuda a regular o colesterol. Além disso, o ômega-9 aciona a adiponectina, um hormônio que ajuda o corpo a produzir a energia de que precisa a partir dos depósitos de gordura, ou seja, ele ativa a queima da gordura acumulada principalmente no abdômen.

Rico em fitoesteróis

Um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry mostrou que as sementes de girassol têm altos níveis de fitoesteróis. Estes compostos do reino vegetal têm estrutura química muito semelhante à molécula do colesterol, e ajudam a controlar os níveis de colesterol LDL no sangue quando consumidos em quantidade suficiente. Além disso, outro estudo divulgado na revista Life Sciences observou que os fitosteróis parecem proteger o intestino e inibir o desenvolvimento de tumores no cólon.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Calorias

Como sementes oleaginosas são muito ricas em calorias, e o girassol não é exceção, não convém exagerar na dose. O mais importante é consumir com frequência, adicionando esta preciosa semente na sua rotina alimentar. É interessante lembrar que por seu alto teor de gordura, proteína e fibra, o girassol contribui para a saciedade e pode ajudar em um programa de emagrecimento.

Modo de usar

A quantidade indicada para obter os benefícios da semente de girassol é de uma a duas colheres de sopa por dia. Com sabor neutro ela é muito fácil de usar, e pode entrar em diversos pratos. Coma ao natural na hora do lanche, acrescente no suco ou vitamina, na salada verde, na sopa pronta, no preparo de pães, bolos e biscoitos, enriqueça a granola, adicione na omelete e na tapioca, prepare farinha de girassol no processador ou moa até virar manteiga, que pode ser passada no pão ou na torrada. Mil e uma utilidades!