Hepatite C ameaça saúde das mulheres

Bactéria sobrevive até 15 dias dentro de um frasco de esmalte

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 10/02/2009

Ao freqüentar o salão de beleza semanalmente, para fazer as unhas dos pés ou das mãos, muitas mulheres não sabem que o vírus da hepatite C pode se manter vivo por até quinze dias dentro de um frasco de esmalte, por exemplo.

No Brasil existem cerca de 2 milhões de pessoas infectadas. O portador do vírus pode desenvolver uma forma crônica da doença que leva a lesões no fígado (cirrose) e câncer hepático.

Por isso, é preciso estar atenta à esterilização dos alicates e pás utilizados pelas profissionais, já que com um simples descuido, os instrumentos podem causar cortes e sangramentos.

Alicates de cutícula, cortadores de unha, pás e palitos de metal, devem ficar de uma a duas horas em estufas ou autoclaves. "O autoclave é o sistema de esterilização que garante maior eficácia no extermínio de todas as formas de vida microbiológicas", explica Alessandro Guerra, podólogo e coordenador Técnico da Doctor Feet.

Outro aliado dos profissionais e clientes é a Cuba de Ultra-som, que possibilita limpeza eficiente em áreas de difícil acesso dos instrumentos clínicos. "É um equipamento que, além de reduzir o consumo de água e o tempo gasto em limpeza, minimiza o contato do operador com instrumentos contaminados, evitando assim a contaminação cruzada", explica Alessandro Guerra.

É importante, também, estar atenta ao ambiente do salão ou clínica de podologia ou manicure. A limpeza do local e o uso de equipamentos adequados, são a garantia no controle de infecções ou doenças.