Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Dieta para o coração

Aprimore suas refeições com alimentos que fazem o coração vibrar de alegria

Apagar a luz

Por Adriane Zimerer - publicado em 27/05/2011

A alimentação é fundamental para a saúde e a do coração não é diferente
Vamos falar agora dos alimentos que ajudam a cuidar da saúde cardíaca e como inserirem-los nas refeições diárias.

Comidas com pouca gordura e ricas em nutrientes são ótimas opções para quem deseja cuidar da saúde como um todo e para nutrir o coração, alguns alimentos são essenciais. Veja o exemplo da dieta do mediterrâneo. Quanto menos fritura, melhor. Além de provocar o aumento de peso, alimentos gordurosos contêm muito colesterol. O tipo ruim fica depositado nas artérias e, com o tempo, bloqueia a passagem do sangue que vai para o coração.

O especialista conta no vídeo que uma das maneiras de se prevenir problemas cardiovasculares é utilizar uma dieta chamada dash. A dieta também sugere o consumo de nozes e de peixes, pois eles são ricos em ômega 3, nutriente que baixa o colesterol ruim e reduz o risco de inflamação nas artérias.

Outros alimentos também ajudam a reduzir o colesterol ruim, como o azeite de oliva, os derivados da soja, como o tofu, e as frutas, que são fontes de fibras. Todos esses nutrimentos motivam o coração, mas é importante ficar atento quanto à quantidade! 

ver texto completo

Faça sua avaliação de peso. É rápida e gratuita Seu peso dos sonhos é o ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso
atual e sua meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Conteúdos relacionados

< anterior 1 2 3 próxima >
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."