Confira os sete maiores erros masculinos ao escolher a roupa

Pequenos detalhes, como a meia ou a gravata errada, podem comprometer a aparência

POR ANA MARIA MADEIRA - PUBLICADO EM 15/07/2011

Com as roupas e acessórios, comunicamos e sinalizamos aspectos sobre nossa personalidade, profissão e estilo de vida. Mesmo aqueles que se vestem sempre com roupas básicas também comunicam que não se importam (ou querem demonstrar não se importar) com a moda, por exemplo. Por isso, por mais desleixado que você se considere, saiba que, sim, você possui estilo próprio sem nem mesmo perceber, por meio de seus gostos e preferências.

Errar na hora de compor esse estilo é comum, inclusive, nos homens. Sempre há alguns momentos na frente do espelho em que parece haver alguma coisa errada com o visual. Às vezes, pode ser por causa de detalhes, como uma meia ou uma gravata errada. Confira abaixo como contornar os sete maiores deslizes da ala masculina quando o assunto é vestir-se bem.

Gravata desajustada

O uso errado desse acessório pode deixar o visual deselegante. "O comprimento da gravata ideal fica dois dedos acima da altura da fivela do cinto", diz Valdir Bueno, gerente da grife de roupas masculina Via Veneto. Se a peça fica curta demais, pode passar a impressão de que a pessoa é mais gorda. Um guarda-roupa ideal deveria ter gravatas lisas de cores sóbrias, como azul-marinho e vinho. Estampas - listras, bolinhas e desenhos geométricos - devem ser pequenas e discretas. Vale lembrar, também, que gravatas muito finas, de crochê e com ponta quadrada, estão fora de moda.