Entenda as diferenças entre depilação a laser e fotodepilação

Método com luz pulsada é menos agressivo, porém exige mais sessões

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 21/10/2013

Aqueles que não gostam de perder tempo com a depilação usando lâmina durante o banho ou então têm arrepios só de pensar na dor de depilação com cera podem ver no laser uma solução. No entanto, a pele mais sensível nem sempre reage bem ao método, criando casquinhas ou ficando muito irritada - sem esquecer a dor das aplicações. Nesses casos, uma alternativa para acabar com os pelos é a depilação a partir de luz pulsada, conhecida como fotodepilação. "Com esse procedimento é possível variar a intensidade e o espectro da luz, tornando o procedimento menos doloroso", diz a dermatologista Regina Schechtman, da Academia Americana de Dermatologia. Entenda as diferenças entre os dois tratamentos e descubra qual é o mais adequado para você:

Qual método é mais agressivo?

Fotodepilação: por ser possível graduar a intensidade do espectro de luz, a fotodepilação é o procedimento menos agressivo para qualquer tipo de pele. "Ela pode inclusive ser usada para o tratamento de manchas ou rejuvenescimento facial, pois a luz estimula a produção de colágeno", diz a cirurgiã plástica estética e reconstrutiva Isabel Vieira de Figueiredo e Silva, do MDX Medical Center, no Rio de Janeiro.

Laser: a luz do laser penetra nas camadas da pele e causa pequenos choques, podendo algumas vezes causar até queimaduras. Dessa forma, podemos considerar que ele é mais agressivo que a luz pulsada, mas não irá causar danos irreparáveis na pele.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não