Fire ombré hair: conheça essa técnica que mescla tons de ruivo e loiro no cabelo

Imite o visual da chama de fogo para um look moderno e ousado

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 18/11/2015

O fire ombré hair (ombré que imita a chama do fogo, em tradução livre) é uma técnica de coloração capilar que tem a mesma lógica do ombré hair tradicional: a coloração é feita em efeito degradê, começa em um tom mais escuro na raiz e vai clareando até às pontas. O ombré é uma variação das mechas californianas, com menos contraste de cor entre a raiz e as pontas dos cabelos.


A grande diferença do fire ombré hair é que a base do cabelo é ruiva, nesse caso, e as pontas vão ficando loiras, o que lembra o visual da chama do fogo, "você pode usar uma coloração cobre com mechas douradas nas pontas", ensina o hair stylist Pietro Trindade, de São Paulo. O look não é exatamente uma novidade, a atriz americana Vanessa Hudgens já usou o fire ombré hair no ano de 2013. Mas com a tendência dos cabelos coloridos de volta, o ombré ruivo veio com força total.

Claro que esse é um visual bastante ousado, tem que ter personalidade marcante para aderir. "Mas o fire ombré pode ser aplicado de forma mais ousada ou discreta, permitindo que a mulher saia da mesmice", diz Sionara Bandeira, coordenadora técnica da marca de tintura e cosméticos Keune. Para fazer o cabelo fire ombré, o ideal é deixar a raiz natural, depois descolorir as pontas (como se fossem californianas) e passar a tintura vermelha intensa (conhecida como fantasia) em uma camada antes das pontas.

A manutenção é frequente porque esse tipo de tintura costuma durar pouco e desbotar, mas varia muito de acordo com a fórmula do produto utilizado para a coloração. O ideal é fazer essa transformação radical no salão de beleza e conversar bastante com o cabeleireiro antes. Ficou curiosa para ver algumas opções do fire ombré hair? Confira a seguir e inspire-se!

Vanessa Hudgens

Esse é o look fire ombré hair tradicional, adotado por Vanessa Hudgens no ano de 2013. Foi aí que ela lançou a tendência e inspirou muitas mulheres com personalidade forte e estilo criativo.

O visual funciona bem em quem tem os fios compridos, já que para criar o efeito degradê são necessárias três camadas médias horizontais de nuances diferentes. Em fios curtos ou médios, o resultado pode não ser o desejado com a transição de tons menos sutil.