publicidade

Saiba qual o melhor momento para tomar sol após a cirurgia plástica

Manchas e o escurecimento das cicatrizes podem aparecer se o sol não for evitado

Por Especialista - publicado em 09/12/2009


O paciente deve ser orientado, de uma maneira geral, de que não é possível expor-se ao sol diretamente por 30 dias após a cirurgia, em nenhuma circunstância. Isto porque as cicatrizes podem escurecer e as equimoses - aquelas manchas roxas da lipoaspiração ou da própria cirurgia - ficarão com aspecto de tatuagem com a ação do sol.

Isto acontece porque o ferro presente no sangue concentra-se na equimose e com a ação do sol marca a pele, realmente fixando-se como uma tatuagem. Quem toma muito sol após a cirurgia também sentirá maior inchaço e latejamento, devido à ação da vasodilatação.

Por isso, tomar sol moderadamente é aconselhável apenas 30 dias após a realização da cirurgia plástica. A seguir, listamos algumas das cirurgias plásticas mais realizadas e o tempo médio necessário para que o paciente se exponha ao sol com moderação: 

Tipo de Cirurgia
Blefaroplastia

Tempo médio para tomar sol após a cirurgia
A exposição direta ao sol deve ser evitada, principalmente, enquanto persistirem as manchas roxas, o que poderia tatuar a pele, retardando o desaparecimento das equimoses. O protetor solar é indispensável. 

Plástica da fronte
A exposição ao sol pode ser feita após 20 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável. Lifting das sobrancelhas A exposição ao sol pode ser feita após 20 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Rinoplastia
Evite sol, vento ou friagem nos três primeiros dias. O protetor solar é indispensável. 

Plástica da face
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável. O protetor solar é indispensável.

Plástica do queixo

A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável. Plástica do pescoço A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Otoplastia
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável. 

Colocação de prótese de mama
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Redução de mamas
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. Levantamento de mamas A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Plástica do abdomen
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Plástica dos braços e das coxas
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente. O protetor solar é indispensável. 

Plástica das panturrilhas
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias, gradativamente.

Ginecomastia
A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias gradativamente. O protetor solar é indispensável.

Lipoaspiração

A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias gradativamente, desde que não haja nenhuma esquimose residual. O protetor solar é indispensável. 


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

 Ruben Penteado

Escrito por:

Ruben Penteado

Cirurgia plástica

Ajudou 8699 pessoas


Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X