Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Saiba como funcionam o peeling e a limpeza de pele

Tratamentos que promovem renovação das células do rosto exigem cuidados

Por Minha Vida - atualizado em 13/01/2011


Procedimentos que já se tornaram rotineiros na agenda de beleza de homens e mulheres, como limpeza de pele e peeling, exigem alguns cuidados quando realizados no rosto. A esteticista Marina Soares Fressato esclarece o passo a passo para uma higienização segura e eficiente da pele do rosto que, segundo ela, deve ser realizada por profissionais e equipamentos especializados.

Limpeza de Pele
A limpeza de pele é um procedimento de extração de cravos e acúmulo de sebo nos folículos. Mas, antes de tudo, é preciso preparar a pele, remover a camada de células mortas para facilitar a saída destas substâncias e microorganismos. Para começar, o mais importante é higienizá-la bem com leite de limpeza. "Peles oleosas devem priorizar a limpeza com géis, e peles secas, com cremes ou emulsões. Higienizar a pele também é um tratamento continuado, que deve ser realizado corretamente todos os dias", explica Marina 

Saiba como funcionam o peeling e a limpeza de pele

Logo em seguida, faz-se uma esfoliação física (com grânulos) e, de preferência, não química (com ácidos) porque, segundo a esteticista, o procedimento posterior, de extração das impurezas, já sensibiliza demais o rosto. "Nesse momento também não indico a aplicação de nenhuma receita caseira, pois a pele nesta região é bastante delicada e a esfoliação ajuda a remover sua camada mais superficial e de proteção chamada córnea", completa.

Aí a extração pode ocorrer de forma manual ou através de um aparelho que faz a sucção das impurezas. Mas, todo o segredo de uma boa limpeza de pele está na finalização. "É preciso evitar que nenhum outro microorganismo se instale, por isso o aparelho de alta frequência é considerado antibactericida e antifungicida, que ajuda na cicatrização", explica a profissional.

Por último, Marina costuma aplicar uma máscara calmante e um creme ou gel secativo para selar os óstios. Ela ressalta a importância de se manter a pele sempre limpa e hidratada (por cremes e ingestão de água) para que a oleosidade natural e eventuais microorganismos tenham mais facilidade em sair, evitando o acúmulo. Lave, use tônico e hidrate-se pelas manhãs e recorra à um leite de limpeza antes do tônico à noite.  

Peeling

Peeling Peelings são esfoliações ou a aplicação de substâncias químicas com intuito de eliminar marcas de expressão e manchas. Pode ser químico (com a aplicação de ácidos, como retinoico e salicílico, ou de fenol) ou físico, feito através de processos mecânicos, como:

- Microdermoabrasão: conhecida como peeling de cristal ou diamante, é a esfoliação da pele com microcristais de óxido de alumínio. Esse método reduz as rugas finas e as manchas, além de melhorar a textura da pele;
- Dermoabrasão: feita com lixas de alta rotatividade, é indicada para remover cicatrizes;
- Laser: queimadura uniforme que produz ótimos resultados. Quem tem a pele morena deve evitar o método, porque as manchas demoram mais para desaparecer.

Segundo a esteticista Barbara Romagnoli, da clínica Laser Care, o procedimento a laser é contraindicado em pessoas com doenças de pele (como câncer e vitiligo), portadores de marca-passo e mulheres grávidas ou lactantes. "Pode ser feito a partir dos 15 anos com autorização dos pais", completa. Mas, antes de decidir o tipo e a intensidade do peeling, o dermatologista precisa analisar o estado da pele, levar em conta a idade do paciente e as possibilidades reais de redução de marcas.

O peeling superficial diminui sardas e manchas, além de tratar os poros dilatados. É indicada para redução de oleosidade e acne em adolescentes. O peeling médio atinge uma camada um pouco mais profunda da pele. Diminui manchas profundas, cicatrizes de acne, rugas finas e pele envelhecida pelo sol, mas não diminui a flacidez. Por ser um pouco mais agressivo, causa descamação intensa e é preciso se recolher de 3 a 7 dias, até que uma pele nova e avermelhada apareça.

O peeling profundo é o mais forte e intenso de todos e deve ser realizado em clínica, com anestesia. Ele recupera a pele extremamente enrugada e acaba com cicatrizes profundas de acne. Neste caso, há formação de crostas que levam até 21 dias para cair, é preciso evitar por mais tempo qualquer exposição ao sol. O procedimento também pode clarear sardas, manchas de sol e de idade, além de disfarçar a aparência das estrias


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."