Autobronzeador: veja como aplicar sem manchas

Dermatologista também ensina como retirar o produto do corpo

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 06/01/2017

Dra. Bhertha Tamura
Dermatologia - CRM 67946/SP
especialista minha vida

No verão muitas pessoas recorrem ao autobronzeador para conquistar um bronzeado sem ter que ficar ao sol. Os autobronzeadores contém dihidroxiacetona, substância que reage quimicamente com a queratina (pele externa) e promove a formação de pigmento escuro que provoca o escurecimento da pele. Dessa forma, eles não precisam do sol, pois a alteração do pigmento resulta de uma reação química do produto com a queratina da pele, então não é um bronzeado verdadeiro. Eles são encontrados em diversas formulações como spray, creme, gel, toalhas, associados a hidratantes e protetores solares.

PUBLICIDADE

O autobronzeador não oferece risco à saúde, o produto não é tóxico e em geral não provoca alergia. Mas é importante lembrar que este não é um filtro solar e, portanto não protege a pele, exceto nas formulações mais atuais associadas ao protetor solar.

Como aplicar o autobronzeador sem manchas?

A maior dificuldade ao usar um autobronzeador é a aplicação homogênea evitando manchas, que são muito comuns. Há necessidade, na grande maioria das vezes, uma ajuda para que alguém passe o produto na parte posterior do corpo de forma a não manchar. Áreas de pele espessa podem ficar mais escuras ou alaranjadas por absorverem mais o produto. E, como a pele se renova continuamente, é preciso reaplicar frequentemente o porque a cor desbota logo.

Embora o bronzeamento a jato seja prático, rápido e de maior possibilidade de aplicação homogênea, há relatos de inalação e ingestão do produto com essa técnica. Não se acredita que ele seja tóxico quando absorvido dessa forma, mas não há provas do contrário, então talvez seja interessante não utilizar essa forma de aplicação como rotina. Recomenda-se preferir os sprays e cremes.

Para uma maior durabilidade do bronzeamento obtido com o autobronzeador e uma boa cobertura, recomenda-se esfoliar a pele homogeneamente e aplicar um hidratante suave sobre toda a pele antes do bronzeador. Tanto as mãos, como áreas com maior quantidade de queratina, como por exemplo, os cotovelos, tornozelos e joelhos, podem acumular maior quantidade do pigmento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Outro perigo é manchas as mãos com a aplicação do autobronzeador, principalmente as palmas, que normalmente não costumam a ficar bronzeadas naturalmente. O excesso pode ser evitado esfoliando-se a pele com maior intensidade nessas áreas, aplicando menor quantidade de bronzeador´. Após o procedimento essa esfoliação também pode ser interessante quando houver manchas.

Procure usar luvas para não manchar as mãos, lavá-las bem sempre, inclusive entre os dedos, secando-a bem antes de continuar.

Pode-se utilizar toalhas úmidas logo apos a aplicação para diminuir a impregnação do autobronzeador na pele. Antes de se vestir, aguarde uns 10 minutos, em posição ereta, sem se dobrar ou sentar e não molhe mais a pele por pelo menos oito horas. É indicado também reaplicar o produto uma vez por semana para manter a cor. A depilação prévia (um dia antes e não no dia) ajuda a espalhar o produto nas áreas com pelos.

Como retirar o autobronzeador?

A retirada da coloração obtida com o autobronzeador pode ser realizada com esfoliação, banhos mais prolongados e há quem faça aplicação de parafina e água oxigenada para acelerar o processo. A parafina pode causar queimaduras e a esfoliação exagerada e o uso da água oxigenada causar irritação na pele.