Gordura localizada: quando é necessário recorrer a uma cirurgia plástica?

Entenda quando hábitos saudáveis e tratamentos estéticos são o suficiente para eliminar esse incômodo

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 29/08/2016

Dr. Marcelo Wulkan
Cirurgia Plástica - CRM 108732/SP
especialista minha vida

A gordura localizada é um problema que incomoda muitas pessoas, mas antes de falar sobre seu tratamento é preciso contextualizá-lo: a gordura localizada ocorre quando a pessoa está dentro de uma faixa de peso considerada normal, mas visualmente pode-se observar depósitos localizados de gordura (exemplo: "pneuzinhos", parte lateral da coxa, braços).

Como perder a gordura localizada?

O ideal é que alguém só comece a tratar a gordura localizada quando seu índice de massa corporal (IMC) estiver dentro do ideal, apesar de que a lipoaspiração poder ser feita em pacientes com índices um pouco acima do indicado.

Existem diversas formas para eliminar a gordura localizada, entre elas a adoção de hábitos saudáveis. Inclusive, é preciso começar tentando esses métodos, que incluem a alimentação saudável e prática de atividades físicas.

Mas quando partir para uma cirurgia plástica para eliminar a gordura localizada? Isso depende de cada paciente e da motivação de cada um. Um médico endocrinologista e nutricionista podem ajudar a determinar se realmente a cirurgia é a última possibilidade para eliminação de alguma gordurinha. Mas o ideal é adquirir o resultado sem a cirurgia, ou seja, apenas com hábitos saudáveis e exercícios. A cirurgia plástica existe para ajudar quem não consegue o resultado esperado.

Até porque, se submeter a uma cirurgia plástica envolve diversos riscos: além dos perigos desnecessários para a saúde do corpo, podendo ter intercorrências de cirurgia como infecção e perda de sangue, podemos mencionar frustração emocional por não se conseguir o resultado esperado. Por isso, deve-se sempre operar apenas com um profissional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica que vai ser ético e correto na indicação (ou contra-indicação) da cirurgia. Lembre-se que a saúde é mais importante que qualquer beleza.

Como o tratamento para gordura localizada é escolhido?

Isso posto, o método usado para solucionar o problema será escolhido conforme o exame físico do paciente, além da expectativa de resultados que se tem. Por exemplo, uma paciente magra e jovem com boa elasticidade de pele que apresenta um pouco de gordura nos flancos, pode ser submetida à lipoescultura. Uma paciente que ficou grávida e mantém uma "barriguinha" após seis meses do término da amamentação pode se beneficiar com a lipoaspiração; no entanto, se essa ?barriguinha? tiver uma pele cheia de estrias, deve-se também realizar a retirada de toda a pele.

De modo geral, o cirurgião plástico avaliará o local em que a gordura está localizada, o tipo de pele, idade, estrias e boa motivação para manter o resultado conseguido com a cirurgia (ou seja, manter uma boa alimentação e pratica de exercicios fisicos). Isso inclusive determina o tipo de técnica que será escolhida.

Lipoaspiração e lipoescultura são consenso de bom resultado e as técnicas mais escolhidas, conforme o estado da paciente. Tratamentos não cirurgicos como criolipólise e ultrassom estético não são consenso de bom resultado, mas podem surgir no futuro melhor tecnologia para esses aparelhos.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não