PUBLICIDADE

Tire 8 dúvidas sobre pele seca

Entenda os cuidados que se deve ter com a pele seca

Quem tem a pele seca sabe que a condição precisa de cuidados. Produtos de higiene e beleza, por exemplo, devem ser específicos para esse tipo de pele. Alguns fatores pioram a situação favorecendo um ressecamento ainda maior. A melhor forma de amenizar o problema é conhecendo as causas e os tratamentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ficou com dúvidas sobre o assunto? Não se preocupe. A seguir, você encontra respostas para as principais questões sobre o ressecamento da pele:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como reconhecer se a minha pele é seca, ressecada ou sensível?

Mulher lavando o rosto na pia do banheiro
Cada tipo de pele precisa de um hidratante específico

A pele seca costuma ter pouca luminosidade, maior propensão à descamação e vermelhidão e poros poucos visíveis. Isso acontece porque ela apresenta uma deficiência no manto hidrolipídico, camada responsável pela proteção natural da pele contra agressões externas. O manto hidrolipídico também é responsável por manter a hidratação da pele.

Ela ressalta a importância das estações do ano nos cuidados com a pele. "Um importante momento de piora na condição deste tipo de pele é o inverno, uma vez que o tempo é mais seco e as pessoas acabam tomando banhos mais quentes, além de outros fatores próprios ao clima que aumentam a retirada do manto que protege a pele, deixando-a ainda mais seca", diz a especialista. Portanto, lembre-se sempre de manter a pele bem hidratada em dias frios.

As peles sensíveis são aquelas mais sujeitas a cortes, alergias e inflamações. "As peles sensíveis costumam ser secas porque têm deficiência no manto hidrolipídico, o que as deixam mais expostas. Além disso, algumas doenças de pele que não estão necessariamente relacionadas à pele seca também podem deixá-la mais sensível, como no caso da rosácea, por exemplo", explica a dermatologista Carolina Reato Marçon, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Qual a diferença entre a pele seca e a ressecada?

É muito comum achar que peles oleosas, mistas e mesmo secas não sofrem com ressecamento, mas não é bem assim. A oleosidade da pele é diferente da hidratação. A oleosidade é uma camada que fica por cima da pele e ela é levada em consideração para classificar a pele como normal, mista ou seca. Já a hidratação é uma característica da pele relacionada à quantidade de água que ela possui em sua estrutura. Qualquer pele pode estar ressecada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pele seca tem pouco brilho e, não raro, descama e apresenta irritações incômodas. E esse quadro pode ser agravado ainda mais quando a pele seca sofre esse processo de ressecamento. Isso pode acontecer por diversos fatores, como um banho mais quente ou a escolha errada do sabonete diário.

Sabendo que a pele seca também está sujeita a ficar mais ressecada ainda, é mais fácil entender que existem graus diferentes de ressecamento da pele seca. "A pele um pouco ressecada pode apresentar pouca descamação, enquanto as muito ressecadas podem ficar como se fossem escamas. Além disso, existem doenças que causam o ressecamento extremo, como a ictiose - que é uma doença hereditária", explica a dermatologista Meire Brasil Parada da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quem tem pele seca sempre deve ir ao dermatologista?

Em muitos casos, o ressecamento da pele pode ser tratado com hidratantes específicos para o tipo de pele de cada paciente. No entanto, se o problema persiste e incomoda de alguma forma, a melhor saída é procurar um dermatologista, o especialista que cuida da pele.

"Este especialista poderá ensinar como controlar e manter a pele seca hidratada", indica a dermatologista Meire.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando a pele seca pode evoluir para outros problemas?

A pele seca em si, quando não está relacionada a nenhum problema de saúde como psoríase, dermatite atópica ou ictiose, não provoca nenhuma consequência mais grave. Contudo, ela é mais suscetível a inflamações.

"A pele seca não tem a barreira de proteção adequada, o que facilita o surgimento de alergias e infecções. Quando o ressecamento se torna intenso, com descamação, vermelhidão ou coceira, os problemas podem aparecer", diz Juliana Annunciato, dermatologista da Clínica Essenza.

A pele seca também pode ter problemas de cicatrização, pois as células novas terão mais dificuldades para conseguir migrar para a área da ferida e fechá-la. Já quando a pessoa usa um emoliente ou substância umectante, os produtos ajudam na migração das células facilitando a cicatrização da ferida.

A pele fica mais seca conforme envelhecemos? Por quê?

Sim, a pele vai ficando mais seca com o passar dos anos. Isso ocorre porque a produção de sebo e do manto lipídico dependem dos hormônios sexuais e de crescimento, que são mais abundantes na infância e adolescência.

Além disso, "o próprio envelhecimento celular, doenças crônicas e alterações vasculares, que são mais comuns em pessoas idosas, também pioram a nutrição e, por consequência, o ressecamento da pele", explica a dermatologista Juliana.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pessoas com pele seca devem usar hidratantes todos os dias?

Sim, pessoas com a pele muito seca ou irritada devem usar hidratantes ao menos duas vezes ao dia. O indicado é que o produto seja aplicado uma vez pela manhã e outra após o banho. Isso acontece porque o ato de esfregar a pele durante o banho fragiliza a barreira de proteção cutânea que mantém a hidratação natural da pele, o que resulta na perda de água e da hidratação.

Segundo Abdo Salomão, sócio efetivo das Sociedades Brasileira e Americana de Dermatologia, o local em que a pessoa vive também influencia no número de vezes que ela deve usar hidratante. Por exemplo, quando se vive em locais quentes e úmidos, a necessidade de repassar o produto é menor do que para quem vive em locais bastante secos.

Como a pele seca acaba sendo muito mais sensível, a chance deste ressecamento evoluir para uma alergia aumenta. O hidratante, portanto, acaba deixando a pele mais protegida. Justamente por isso, o uso de hidratantes específicos para quem tem esse tipo de pele no mínimo duas vezes ao dia é fundamental, afirma a dermatologista Carolina Marçon.

Quais cuidados devem ser tomados no banho de quem tem esse tipo de pele?

É comum não considerar o banho como parte integrante do ritual de cuidados com a pele, mas o que se deve entender é que a hidratação da pele precisa começar já nesse momento.

Para ter uma pele hidratada, não basta só o hidratante, todos os produtos que você usa podem interferir na aparência da sua pele, mas, dentre eles, o sabonete merece um destaque especial. "Na hora do banho, deve-se optar por produtos de higiene que respeitem o equilíbrio natural da pele, protegendo o manto hidrolipídico" diz Juliana.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante ressaltar ainda que produtos dermatológicos com a palavra "hipoalergênico" no rótulo são mais indicados pois são testados clinicamente e, portanto, mais seguros.

Como deve ser o hidratante de quem tem pele seca?

Pessoas com a pele seca não podem dispensar os hidratantes, mas é importante lembrar que devem ser específicos para o seu tipo de pele e de preferência indicados por um dermatologista.

A importância de usar um produto que seja próprio para cada tipo de pele está na composição de cada produto e como ela reage com os diferentes tipos de pele. Se uma pessoa que tem pele seca usa um hidratante indicado para a pele oleosa entrará em contato com componentes que controlam ou diminuem a produção de óleo na pele - o que é bom para quem tem mais oleosidade, mas piora o quadro de quem tem pele seca, por exemplo. É bom lembrar que o hidratante deve ser sem perfume ou corantes para evitar alergias e mais ressecamentos.

Existem três mecanismos principais de hidratação: os hidratantes oclusivos, que formam um filme protetor mantendo a hidratação da pele, como os produtos que contêm vaselina; os hidratantes umectantes, que captam e distribuem água na pele, são os produtos que contêm glicerina; e os hidratantes emolientes, que restauram e reforçam a barreira de proteção da nossa pele, são os produtos que possuem cerâmicas.

Segundo explica a dermatologista Carolina Reato Marçon, os hidratantes com capacidade de puxar a água para dentro da pele, aumentando a retenção hídrica, são indicados para uma pele em estado de ressecamento maior. "Já os hidratantes oclusivos são bons para quem tem a pele hidratada e quer impedir o seu ressecamento", descreve a especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)