publicidade

Proteja suas mãos contra o envelhecimento e a descamação

Os cuidados ideais para deixar sua pele mais macia e livre de manchas

Por Minha Vida - publicado em 09/04/2008


Há quem diga que a idade de uma mulher é revelada pelas mãos dela. A frase, claro, faz alusão à habilidade acumulada ao longo dos anos. Mas não só: a pele dessa região, normalmente, revela mesmo um dos mais bem guardados segredos femininos. A pele das mãos pode se tornar tão sensível quanto a do rosto. "Isso porque ela é submetida a mais lavagens e ao contato com produtos químicos e o sol", explica a dermatologista Flávia Addor, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional de São Paulo. Esse desgaste explica o aspecto mais magro das mãos envelhecidas, quando há uma perda progressiva do tecido celular subcutâneo. "Quanto às fibras colágenas (que dão sustentação e firmeza), não há diferença significativa na produção", afirma a médica.

A prevenção, no entanto, é bastante simples. E ainda protege suas mãos contra outros problemas, como o ressecamento (corriqueiro, dado o baixo número de glândulas sebáceas) e as manchas. "Essas manchas são chamadas de melanoses solares e atingem mulheres e homens da mesma maneira só que eles disfarçam mais por causa dos pelos que, geralmente, apresentam nas mãos", diz a especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Escurecidas, as marcas surgem devido à exposição solar e são mais frequentes em pessoas de pele clara.

Aplicar, diariamente, um bom filtro solar nas mãos é o melhor método para prevenir o envelhecimento precoce. Também vale optar por um hidratante que tenha filtro solar. A escolha do FPS deve seguir o mesmo critério pensado para o rosto: de 15 a 30 para o dia a dia. Acima disso, só mesmo para quem estiver sob algum tipo de tratamento dermatológico ou para quem tem a pele muito clara.

Diferente do que muita gente pensa, os calos não surgem por falta de hidratação na pele. Por mais bem cuidada que ela seja, se houver atrito com uma superfície áspera, cremes e esfoliações só vão suavizar o problema. "Para resolver, só retirando o estímulo", diz a médica.

Dedos sensíveis
O ressecamento nas pontas dos dedos é queixa comum. Essa região é naturalmente mais espessa. "Daí que, quando resseca, tende a descamar de forma mais evidente, inclusive com fissuras", afirma a dermatologista. Ela recomenda o uso de luvas para quem sofre com o mal, além de evitar o contato com produtos químicos e o consumo de alimentos muito ácidos, como abacaxi e laranja.

O uso de sabonetes com pH neutro (ou fisiológico) também ajuda a manter a oleosidade da pele. E não se preocupe quanto à consistência: boas marcas oferecem produtos eficientes tanto em barra como líquidos. Escolha a versão de sua preferência. Em lavabos compartilhados por muitas pessoas, o uso de sabonetes líquidos é mais indicado por questões de higiene.

De toda a maneira, nem pense em dispensar um bom creme para as mãos. Os sabonetes com hidratantes podem até desengordurar menos, ou seja, manter um pouco mais a oleosidade natural. "Mas eles não substituem o uso de hidratantes", diz Flávia Addor. Mas se a descamação for insistente, procure logo um médico. Ela pode se sinal de vários problemas de saúde, como uma micose ou uma dermatite.

O segredo para ter mãos bonitas é não se acostumar com os incômodos. Por mais sem importância que eles pareçam. Quem faz as unhas toda a semana, por exemplo, precisa ter cuidados com aqueles pedacinhos de pele que se soltam. Normalmente, a simples hidratação e a manicure cuidadosa, sem exageros, aliadas a esmaltes e produtos específicos resolvem ou reduzem o problema. "Mas, se ele persistir, é hora de procurar um dermatologista, pois algumas doenças de pele ou mesmo das unhas podem se iniciar desta forma", explica a médica.

Rejuvenesça suas mãos
Existem vários tratamentos para dar mais vitalidade à pele dessa região. O laser é ideal para combater as manchas e a flacidez. A lipoescultura corrige o aspecto envelhecido e os cremes com ácido glicólico, para aumentar a hidratação, e ácido retinóico para agir diretamente no combate ao envelhecimento da epiderme. Mas nenhum dos tratamentos pode ser realizado sem orientação de um dermatologista, que vai avaliar exatamente as suas necessidades.


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X