PUBLICIDADE

Drenagem linfática é diferente em homens e mulheres?

Apesar de mulheres apresentarem maior retenção de líquidos, ela também traz benefícios ao sexo masculino

A drenagem linfática manual consiste em uma técnica que reúne um conjunto de manobras específicas, bem como suave pressão e ritmo lento e constante, que atuam basicamente no sistema linfático superficial. O objetivo da técnica é drenar o excesso de líquido disponível no interstício (espaço entre vasos linfáticos), que pode estar acarretando inchaço, e com isso aumentar a velocidade do transporte e do volume da linfa. A drenagem linfática manual também pode auxiliar na eliminação dos resíduos provenientes do metabolismo celular e no bem-estar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Comumente as mulheres apresentam retenção de líquido corporal ou em determinadas partes do corpo, principalmente em região de membros inferiores, não excluindo outras áreas como face, braços, abdômen e até mesmo mamas e dorso, independentemente de haver alguma afecção. O fato de as taxas hormonais serem uma variável entre o gênero masculino e feminino também define sobre a necessidade de melhora da condição de edema/retenção de líquido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nas mulheres, a variação de hormônios em períodos específicos é bem comum, quando é possível observar edema em algumas regiões corporais, avaliando-se a necessidade da drenagem linfática manual.

No entanto, não só os hormônios são responsáveis pelas retenções de líquidos, também é possível perceber edema/retenção hídrica tanto em mulheres quanto em homens que atuam em longos períodos de pé, que passam muito tempo sentados ou que usam vestimentas apertadas dificultando a circulação.

É possível ainda verificar quadros específicos de dificuldade de retorno venoso, que deixam os membros inferiores edemaciados em homens e mulheres que precisem ou não de abordagem cirúrgica específica e que são agravados por rotinas de trabalho, por exemplo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras também pode ser realizada drenagem linfática para melhora do quadro, tanto em homens quanto em mulheres. Nesse caso, há necessidade de avaliação para um processo de reabilitação que seja de acordo com a demanda tecidual e corporal, não sendo a drenagem linfática a única e sólida forma de tratamento e talvez não a primeira opção.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nos homens, a presença de grande quantidade de pelos corporais pode ser desconfortável para a recepção da técnica. Sobre a frequência da aplicação, pode-se considerar que a avaliação da queixa do paciente é de grande importância para pontuar o plano de tratamento, muitas vezes podendo ser aplicada de uma a três vezes por semana, dependendo da necessidade. Esse intervalo também pode ser modificado, caso os objetivos durante o tratamento sejam alterados.