PUBLICIDADE

Antioxidantes: entenda por que eles podem te deixar mais jovem

Eles combatem os radicais livres e podem ser encontrados na alimentação e em cosméticos; saiba como agem e as melhores maneiras de adquiri-los

O tempo todo, são formados em nosso organismo os radicais livres, responsáveis por parte significativa do envelhecimento celular. A exposição ao sol, a dieta desequilibrada, o consumo de bebidas alcoólicas e o hábito de fumar são os principais causadores da criação deles.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Embora a ação dos radicais livres nos atinja por dentro e por fora, é na pele que ela se faz notar, uma vez que é a parte visível do corpo. "Existe um processo natural de morte celular, e as fibras colágenas e elásticas, que dão sustentação para a pele, também envelhecem. Os radicais livres estimulam ainda mais essa degradação", afirma a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

"Mulher sugere uso de cosméticos no rosto - Foto: Getty Images"
Além da alimentação, cosméticos podem ser ótimas fontes de antioxidantes

Mas o organismo é inteligente e consegue combatê-los com o auxílio de antioxidantes, presentes na alimentação e em produtos cosméticos. É o que conta o dermatologista e nutrólogo Rafael Soares, professor do Instituto BWS: "Os antioxidantes limpam nosso organismo de radicais livres. 'Roubam' o que há de errado neles, tornando-os substâncias incapazes de nos fazer mal".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em vitaminas e em elementos químicos

Segundo Valéria, a descoberta dos antioxidantes começou com a pesquisa da vitamina C e sua capacidade de bloquear ou pelo menos reduzir a ação dos radicais livres. Aos poucos, descobriu-se que outras vitaminas, como a A e a E, também conseguiam proteger o organismo.

Elementos químicos, como zinco, selênio, cálcio, ômega 3 e resveratrol foram estudados e entraram na lista dos principais antioxidantes a que temos acesso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sejam vitaminas, sejam elementos químicos, todos têm a mesma função. "De maneira bem simples, qualquer antioxidante vai se sacrificar para remover do nosso organismo os radicais livres", diz Rafael.

Prato cheio de antioxidantes

A alimentação é uma das formas de acrescentar antioxidantes ao organismo no dia a dia. Valéria e Rafael indicam comidas fáceis de serem colocadas no prato e no copo para combater os radicais livres:

A melhor maneira de consumi-los é naturais, com casca e, quando possível, crus, de acordo com Rafael. "Os alimentos naturais modificados, como sucos, extratos, polpas e refinados, terão uma quantidade menor de antioxidantes", argumenta.

Cosméticos: importantes aliados

Além da alimentação, os cosméticos podem ser ótimas fontes de antioxidantes. "Nas fórmulas, as substâncias mais usadas são o resveratrol, o ácido ferúlico, o café e a vitamina C", lista Valéria.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os protetores solares também têm um papel fundamental na luta contra os radicais livres. A dermatologista explica: "A radiação solar é responsável por boa parte do envelhecimento da pele, porque os raios ultravioleta alteram o metabolismo normal da célula, gerando os radicais livres. O protetor solar diminui o processo de envelhecimento, já que bloqueia os danos do UVA e do UVB nas células".

Se a fórmula do protetor solar tiver também antioxidantes como vitamina C, vitamina E e resviratrol, sua eficácia será ainda maior.

Atenção na hora de escolher o cosmético

Rafael complementa a questão dos cosméticos antioxidantes com alguns cuidados essenciais na hora de escolher um.

"Em primeiro lugar, o frasco não deve abrir para o ambiente. Deve ser um formato em que se aperte para pegar uma pequena quantidade, sem deixar o restante entrar em contato com o ar", afirma. Isso porque, de acordo com o dermatologista, os antioxidantes reagem com o oxigênio do ar, o que diminui sua ação.

Ele também destaca que a substância antioxidante deve estar especificada no rótulo, "pois mostra que é o principal ativo da composição; quando isso não acontece, a concentração é muito pequena para ser eficaz", e que deve haver pelo menos 10% de vitamina C na fórmula.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Por fim, cuidado com as marcas. Dê preferência para marcas consagradas, que têm a responsabilidade de comprovar sua eficiência com estudos", defende.