PUBLICIDADE

9 coisas que um cirurgião plástico gostaria que você soubesse

É importante estar ciente de certos pontos antes de fazer uma cirurgia

Você já parou para pensar que quando você decide por fazer uma cirurgia plástica, muita coisa a respeito você pode não saber, mas que é importante estar ciente sobre o assunto? Confira 9 coisas que um cirurgião plástico gostaria que você soubesse:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Não existe garantia de resultado

Parece ser chato reconhecer isso, mas a cirurgia plástica não pode garantir resultados ao paciente pois depende de fatores que não são de controle do cirurgião plástico. Por exemplo, a cicatrização de uma pessoa é diferente da outra; é necessário que o paciente faça todas as orientações pós-operatórias e se isso não acontece, pode alterar o resultado; podem ocorrer intercorrências durante a cirurgia (ex: sangramento) ou depois (ex: opera o nariz e acaba batendo sem querer). A imprevisibilidade é tamanha que impossibilita o médico ético de garantir resultados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. A cicatriz é para toda a vida

Toda cicatriz é para toda a vida. Ela pode ser pouco ou mais aparente dependendo da posição em que está e da qualidade da mesma. Característica biológicas e hereditárias são altamente importantes para determinar o tipo de cicatriz.

3. Paciência para o resultado

A cirurgia plástica demanda algum tempo para o corpo se recuperar do inchaço. Algumas cirurgias tem o resultado mais rápido (ex: implante de mama já temos um resultado bonito com 3 meses) mas algumas demandam mais tempo de recuperação (ex: rinoplastia demora no mínimo 1 ano para se ter o resultado final). Portanto, é importante não avaliar o resultado na fase de inchaço pois não é o resultado final. Deve-se ter paciência e confiança no seu médico de escolha.

4. Vale a pena investir na sua saúde

Alguns pacientes priorizam o que é mais barato para se fazer sua cirurgia. Escolhem implantes de silicone sem qualidade reconhecida, clinicas/hospitais sem UTI, médicos sem experiência que operam por quantidade e não qualidade. Todas essas escolhas são do paciente, mas todo médico se preocupa com o bem-estar do paciente e sempre deseja que ele invista em sua saúde pois nada é mais precioso que a segurança para o paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Prepare-se com antecedência para sua cirurgia

A cirurgia plástica deve ser encarada com seriedade pelo paciente. Ele precisa comprar com antecedência os remédios, preparar a casa para sua recuperação, ter um acompanhante no pós-operatório e ter tempo de recuperação disponível para ficar em casa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

6. Traga um acompanhante na consulta

Os médicos gostam que os pacientes tragam familiares/amigos na consulta. Às vezes, eles perguntam para os acompanhantes duvidas e também querem se certificar que a decisão do paciente em se submeter a cirurgia foi bem pensada e não é algo "passageiro"

7. A cirurgia tem um custo proporcional ao procedimento e ao médico de escolha

A cirurgia plástica estética tem custos com médicos e com o hospital onde vai ser a cirurgia. Existem todos os tipos de preços, mas não se pode iludir. Um preço de honorários médicos muito baixo dificilmente vai ter de trazer toda a dedicação e cuidados durante e após a cirurgia que você deseja. Um hospital muito barato também deve ser questionado pois certamente não deve usar os medicamentos de ultima geração, não deve ter centro cirúrgico com equipamentos modernos, entre outras coisas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

8. Às vezes o médico pode se atrasar na consulta

É normal, embora não seja adequado, o atraso do médico em consultas. Mas o motivo disso é geralmente por fatos que independem do médico. Às vezes, um paciente pode demandar mais tempo para explicar todas as dúvidas em detalhes ou o próprio paciente pode ter se atrasado para a consulta causando um efeito cascata de atraso nas consultas.

9. Tenha ponderação com as informações obtidas via internet ou amigos que fizeram cirurgia

O "Dr. Google" nem sempre acerta...O médico não fica muito satisfeito com pacientes que comparam sua conduta com as observadas na internet. O motivo não é pelo ?ego? do médico, mas sim pelo fato de que cada paciente é um indivíduo com particularidades únicas; ou seja, não existe uma única conduta que pode ser adotada universalmente. Aliás, ter o cuidado para não padronizar a conduta é um sinal de afeto e cuidado com o paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)