PUBLICIDADE

Chapinha

Conte com ela para ter cabelos lisos sem o secador

Entra ano e sai ano, muda a moda, as cores e tendências. Mas o desejo de ter cabelos sempre lisos não sai da cabeça das mulheres. Chapinha, escova progressiva, alisamento definitivo, cremes para alisar, relaxamento capilar. As técnicas, hoje em dia, são as mais diversas possíveis. Mas se você já tentou de tudo, acabou estragando o cabelo e ainda quer ter os fios lisinhos, não desanime. Uma nova técnica para alisar, recém-chegada ao Brasil, promete ser a solução para os cabelos mais finos ou danificados. Chamado de "Alisamento Light", é uma nova versão para o tratamento conhecido como "Recondicionamento Térmico Natural".Trata-se de um alisamento definitivo, porém, de acordo com a hair stylist Alcimar Alves, muito mais suave do que os outros existentes. Trazida ao Brasil pelo salão de beleza Tampopo, localizado em São Paulo , a técnica utiliza produtos japoneses menos invasivos ao cabelo, o que permite uma maior maleabilidade aos fios.

"O "Alisamento Light" deixa o cabelo com aspecto natural, podendo ser feito apenas um relaxamento das ondas", explica.

A grande diferença para os demais métodos de alisamento é simples, segundo a hair stylist: "o Alisamento Light" não deixa as pontas esticadas como outras técnicas, ou seja, evita aquele efeito de pontas chapadas"".

O novo alisamento não traz nenhuma contra-indicação e pode ser aplicado em cabelos tingidos, descoloridos e com alisamento à base de amônia. E de acordo com Alcimar, a quantidade de produtos envolvidos no "Alisamento Light" varia conforme a necessidade e o tipo de cabelo e, por esse motivo, deve ser feita uma avaliação profissional antes do tratamento.

O processo demora de duas a três horas para ser realizado, período bem menor se comparado à versão original do "Recondicionamento Térmico", que leva até 8 horas para ser feito.

Segundo a hair stylist, o processo é definitivo e só exige um retoque na raiz, na medida em que o cabelo cresce. Para fazer o "Alisamento Light", é preciso desembolsar, no mínimo, R$ 300. O valor aumenta dependendo do comprimento e de cada tipo de cabelo.









NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)