PUBLICIDADE

Corrente galvânica: corrente pode ser usada em tratamentos de estrias

A técnica envolve correntes elétricas contínuas e pode ser usada de três formas diferentes

O que é corrente galvânica

É uma corrente contínua, ou seja, que mantém sempre a mesma intensidade, tanto em valor quanto em direção, e unidirecional, cujo funcionamento depende da presença de dois eletrodos (positivo e negativo) e do contato com o paciente. Essa corrente pode ser gerada através de retificadores de corrente alternada ligados à rede elétrica e possui polo positivo e negativo, o que proporciona a movimentação de íons. Pela pele pode ser usada para a introdução de íons medicamentosos ou cosméticos em tecidos corporais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outros nomes

Corrente contínua

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Indicações da corrente galvânica

Ela é utilizada na forma contínua, mas é adaptada e reduzida. Normalmente é indicada para fazer ionização, em que facilita a penetração de ativos cosméticos na pele, ou para desincrustação, limpeza de substâncias gordurosas da pele de forma profunda. Há também o eletrolifting (galvanopuntura), que se utiliza de uma microcorrente galvânica.

A ionização (ou iontoforese) pode ser realizada para promover hidratação da área a ser trabalhada, por exemplo, através de seu mecanismo de aplicação com produto específico. Já a desincrustação é comumente realizada em pele oleosa, utilizando-se uma substância própria para desincruste embebida em algodão no eletrodo ativo, que toca a área que será trabalhada. Diferentemente da ionização e da desincrustação, a galvanopuntura usa a microcorrente galvânica combinada a uma agulha de 5 milimetros no polo negativo para minimizar linhas de expressão e estrias.

Já seus usos terapêuticos variam de acordo com o polo que se usa:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante ressaltar que esta corrente pode promover minimização de dor e do processo inflamatório, entre outros problemas.

Como a corrente galvânica é aplicada

Na desincrustação, usa-se um eletrodo de gancho como eletrodo ativo envolvido totalmente com algodão que deve estar com o produto desincrustante. O passivo (placa de silicone ou metal) deve ser localizado no braço ou região da escápula. O tempo gira em torno de quatro a cinco minutos. Nesse processo, por causa de divergências em estudos quanto à dose da corrente, é indicada a utilização do limite da sensibilidade do paciente para determiná-la, de acordo com o conforto e a segurança.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na ionização, é importante considerar que o protocolo a seguir deve ser sugerido pelo fabricante do produto ionizável, por haver variação. O produto é administrado no local em que se deseja que seja absorvido, podendo ser gotejado na área e a absorção com eletrodo em forma de rolo, por exemplo, o que é muito comum. O tempo é de cinco minutos. A dosimetria tem ligação com o tipo de substância que será ionizada. Para isso, relaciona-se também o tempo de aplicação do cosmético e o protocolo proposto pelo fabricante do produto.

A galvanopuntura, caracterizada por um método não invasivo, faz uso de uma agulha acoplada ao eletrodo caneta e ao polo negativo da microcorrente contínua. O polo positivo ajuda na dispersão e está conectado ao corpo para que a corrente seja transmitida, ou no braço, caso o procedimento seja facial. A agulha fica entre as camadas da epiderme (camada mais superficial da pele). Aqui é importante ressaltar que também existem divergências quanto à dosimetria e que a aplicação pode ser vista em prática clínica usando-se de 70 a 100 microamperes para estrias e de 150 a 200 para rugas, podendo ser medida também de acordo com a tolerância do indivíduo que está recebendo a corrente, o que torna possível se chegar a valores acima desses mencionados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na galvanopuntura há dor, que pode ser minimizada com o uso de anestésicos, livres de anti-inflamatório, para não prejudicar o poder regenerador do procedimento. Em outros tratamentos com corrente galvânica, são comuns desconforto ou formigamento leve; neste caso, é importante apontar que a alergia a corrente elétrica ou a hipersensibilidade podem prejudicar a eficácia do tratamento.

Sessões

Não existe um número de sessões obrigatório. É preciso, apenas, que o objetivo do tratamento seja avaliado junto ao paciente sob seu grau de satisfação na área tratada.

É preciso fazer manutenção como qualquer tratamento, não há tempo específico, mas é importante observar a minimização do efeito e retornar para reavaliação e procedimento.

Quem é o profissional apto para aplicar a corrente galvânica?

Fisioterapeuta ou profissional de estética desde que devidamente capacitados.

Cuidados antes da aplicação da corrente galvânica

Antes de aplicar a corrente galvânica, é importante observar se a pele a ser tratada está íntegra. No caso da galvanopuntura, é importante a assepsia com álcool sobre a área a serem posicionadas as agulhas, bem como a higienização da pele. Na ionização, é importante a higienização, bem como uma esfoliação para facilitar a penetração do ativo a ser administrado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados após a aplicação da corrente galvânica

Em geral, depois de uma sessão com uso da corrente galvânica é importante a não se expor ao sol, bem como o uso de filtro solar com fator de proteção solar maior do que 30.

Contraindicações da corrente galvânica

Tratamentos com corrente galvânica são contraindicados a quem apresenta hipersensibilidade à corrente, lesão na área a ser tratada, pacientes com alteração de sensibilidade e hipersensibilidade à fórmula do produto desincrustante.

No caso da galvanopuntura para estrias, não é interessante iniciar tratamento durante a puberdade pela alteração hormonal que existe neste período; ainda nesta modalidade, pacientes com elevação de níveis de glicocorticoides também não devem utilizar-se da técnica.

Grávida podem fazer?

Não é recomendado, por falta de estudos que comprovem a segurança para o feto.

Antes e depois da corrente galvânica

Cada tratamento traz um tipo de resultado:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Compare a corrente galvânica com outros tratamentos

Considera-se a ionização uma ótima ferramenta para a introdução de ativos na área a ser trabalhada.

No caso da minimização de rugas, pode-se optar ainda pela radiofrequência como tratamento extremamente eficaz.

O desincruste também tem ótimo resultado, mas alguns tipos de peeling e até mesmo esfoliação podem ajudar neste processo.

Cada procedimento tem seu valor e pode ser selecionado de acordo com a queixa do paciente, prevista a partir de uma boa avaliação do profissional.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fontes

Fisioterapeuta Taynara Lima, fisioterapeuta dermatofuncional da Slim Clinique no Rio de Janeiro