publicidade

Depilação: acabe com os pelos usando cera quente ou fria

Cuidados na depilação evitam o aparecimento de pelos encravados

Apagar a luz

POR MINHA VIDA - atualizado em 12/09/2011

Confira outros vídeos da série Verão

Técnicas para depilação

Toda mulher gosta de ficar com as pernas lisinhas. Para isso, existem muitas técnicas disponíveis no mercado que podem ser feitas em casa ou não. Lâminas e loções depilatórias são opções para se livrar dos pelos indesejáveis, mas a preferência da maioria das mulheres ainda é o método à cera.

Você sabe a diferença entre a cera quente e a fria para depilação? Neste vídeo a técnica em depilação Cassiane Santos Silva explica para que servem os variados tipos de cera existentes e dá dicas para uma depilação mais eficiente. Confira!

Preparação
Muitas mulheres abusam diariamente de cremes hidratantes. Mas, para o processo de depilação à cera esta atitude pode dificultar a remoção dos pelos. Por isso, o primeiro passo é a retirada do produto. Uma solução é o uso de um adstringente.

Procedimento
1) Passe a cera no sentido dos pelos. No caso das pernas, eles geralmente nascem para baixo.
2) Coloque a folha para depilação sobre a cera aplicada na pele, tomando cuidado para que ele se grude por toda a superfície com o produto.
3) Puxe a folha no sentido contrário ao do pelo. Tome cuidado para não puxar para cima, já que este procedimento pode ocasionar pelos encravados.
4) Retire os resíduos de cera que restaram utilizando um óleo de limpeza. Em seguida, para não ficar com a pele irritada, a depiladora recomenda um gel calmante.

ver texto completo

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
depilação

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X