publicidade

Ciência prova que mulheres ficam realmente cegas de ciúmes

Alterações no cérebro alteram visão das mulheres quando elas estão enciumadas

Por Minha Vida - publicado em 26/04/2010


Você já ouviu falar que as mulheres ficam cegas de ciúme? Pois, o ditado popular acaba de ser comprovado por uma pesquisa realizada pela Universidade de Delaware, nos Estados Unidos, que testou a capacidade de percepção das mulheres durante a análise de fotos enquanto estavam enciumadas.

Os pesquisadores acompanharam 200 casais heterossexuais para chegar ao resultado. Homens e mulheres tiveram que sentar perto um do outro, separados por uma cortina, e tinham que analisar fotos em uma tela de computador.

As mulheres deveriam ver imagens de paisagens e arquitetura e descartar fotos que eram desagradáveis de alguma maneira. Já para os homens, a tarefa era simplesmente dar notas às paisagens. Acontece que no meio da experiência, os cientistas anunciaram que os homens iriam ter que analisar fotos de mulheres atraentes e foi aí que foi detectada a alteração.

Obviamente que nenhuma mulher gostou da mudança, mas o que chamou a atenção dos cientistas é que 72% delas ficaram até 60 % mais distraídas em relação às imagens que apareciam em suas telas e menos capazes de realizar suas tarefas.

Segundo os pesquisadores, o cérebro parece priorizar uma informação emocional em particular, por isso as fotos mais desagradáveis são facilmente percebidas puxando a atenção para si e fazendo com que fiquemos cegos para outras situações.

O teste foi feito somente para ver as reações femininas e os cientistas não sabem qual seria o resultado se os papéis fossem invertidos e fossem elas que tivessem que analisar homens bonitos, mas novas pesquisas estão prometidas para breve.  


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X