PUBLICIDADE

Artes marciais combatem o sedentarismo e beneficiam a longevidade

Meditação e técnicas de luta auxiliam o desenvolvimento do corpo e da mente

O ser humano possui mais de 200 articulações que funcionam como alavancas para propiciar sua locomoção e executar uma variedade de movimentos. Logo, a mobilidade é um dos principais atributos desta máquina biológica fascinante chamada "corpo".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso, o "imobilismo" da vida sedentária, se levado aos seus últimos limites, significará uma oposição sistemática a todo progresso, a toda inovação. Tal imobilismo costuma ser uma reação emocional deturpada, uma fixação doentia sobre a vontade para manter esta máquina paralisada.

Atos de extremismo são exemplos dos danos que o imobilismo pode causar. Um homem, por exemplo, pode voluntariamente se recusar a comer e beber água ou até decidir tirar a própria vida. No entanto, respirar, digerir e dormir são mecanismos auto-reguladores do corpo que preservam seu funcionamento harmonioso sem a necessidade da intervenção do pensamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Ao cultivar o Corpo Marcial você transforma a sua própria consciência."

Assistir os mais simples movimentos das células é presenciar um fenômeno vibrante, espontâneo e prazeroso. Tudo muda e se transforma e o Universo não tende ao imobilismo. O mesmo vale para o corpo e o movimento da sua estrutura em relação aos outros corpos. O corpo humano é ideal para ser cultivado nas artes marciais.

Dormir e contemplar são igualmente ótimos exemplos do potencial reparador que os períodos naturais de repouso oferecem ao corpo. Nosso sistema nervoso necessita processar os estímulos que recebe para se reciclar e criar novas sinapses, caso contrário tenderá ao imobilismo das ideias com gradual perda da sensibilidade, bloqueios mentais e disfunções psicossomáticas generalizadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diante destes fatores, o tipo de movimento praticado nas artes marciais deve ser de pura não-resistência, ou seja, espontâneo e fluído para habilitar um estado de calma e contribuir para sinergizar a ação!

Ao unir exercícios derivados das posturas iogues e dos movimentos interiorizados do taichi chuan com as manobras dinâmicas de lutas como as empregadas no chuteboxe (muay thai) e no MMA (Vale-Tudo), os praticantes irão acelerar resultados e consolidar a sua autoproteção, beneficiando a longevidade do corpo de um jeito divertido e econômico.

Enfim, ao cultivar o Corpo Marcial você transforma a sua própria consciência. Sempre consulte profissionais especializados na área, e bons treinos!