PUBLICIDADE

Você tem distimia?

A doença afeta o humor e pode alterar o rendimento no trabalho

Distimia é uma doença que afeta o humor. Seu nome é pouco conhecido, mas seus sintomas são comuns para algumas pessoas, é como se fosse uma depressão leve, mas a diferença está na persistência, pois é crônico, de tal maneira que parece que a pessoa é assim, que esse é o jeito dela, mas na verdade é uma doença.

É comum acontecer da pessoa ficar num estado de humor alterado do que é considerado normal, adequado e satisfatório.

Alguns sintomas da doença são:
- mau humor, negativismo leve, mas persistente;
- irritação, impaciência, pessoa mais critica, na maioria dos casos, mas não em todos;
- tristeza, angústia e mal estar que não impedem da pessoa viver uma vida completa, com trabalho, relacionamentos, etc.;
- dificuldade de sentir prazer nas pequenas alegrias do dia-a-dia, sem impedí-la de viver a vida;
- a percepção da vida não é de leveza, é como se fosse um fardo, onde as coisas simples se tornam complicadas, a pessoa se atrapalha na tomada de decisão e realização das coisas;
- pouco ânimo, desinteresse, sem vontade de enfrentar as dificuldades da vida, sem que isso lhe impeça de realizar o que for preciso.

Mesmo que este estado não seja diário, faz parte de um processo onde oscila entre o normal e o humor distímico.

No trabalho
A pessoa que sofre com a doença possui pouca força, uma vez que parece precisar ser puxado, levado, empurrado, afetando assim o trabalho, onde não há ânimo nem vontade de realizar atividades e tarefas no trabalho; tem dificuldade de superar situações negativas; os obstáculos parecem enormes e difíceis de serem superados; há dificuldade no convívio com as pessoas e suas individualidades; falta energia para liderar, não possui espírito de empreendedorismo e tem dificuldade de trabalhar em grupo, dando preferência para trabalhos individuais.

Possíveis causas para o inicio da doença:
A pessoa pode ter perdido coisas importantes, como seu emprego e pessoas queridas, ter tido problemas de saúde, um trauma, coisas marcantes negativas.

Tratamento
A solução é o tratamento psicológico com ênfase na terapia focada na solução, fazendo um treinamento mental (hipnose, emdr, pnl e coaching de vida informações dessas técnicas no site: www.curadalma.com.br ), e se necessário tratamento medicamentoso (psiquiátrico).

Adriana de Araújo é psicóloga clínica e hipnoterapeuta ericksoniana.

Para saber mais, acesse: www.curadalma.com.br www.osegredoparaemagrecer.zip.net

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)