Veja se o seu filho está pronto para viajar sozinho

A criança precisa querer ficar longe de casa e você tem que ter disposição para deixar

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 14/11/2013

Em algumas delas, os olhinhos brilham só de ouvir a sentença mágica: sim, pode ir! Mas nem toda criança aceita bem a idéia de viajar sozinha, podendo até sair traumatizada da experiência. E perceber a diferença entre uma situação e outra nem sempre é fácil, principalmente quando os pequenos parecem empolgados em passear por uns dias com a escola ou na companhia da família de um amiguinho. Para ajudar você a descobrir se o seu filho está pronto para ficar uns dias longe de casa e dos pais, sem sofrimento, o Minha Vida convocou duas especialistas em investigar o comportamento infantil: juntas, a psicanalista Juliana Amaral de Andrade, especializada em psicanálise da Criança, e a psicóloga infantil Jamille Nassar mostram que pistas seguir ara decifrar o enigma, evitando respingos de culpa ou arrependimento.

Os limites

Antes de dizer sim para uma experiência que demande vários dias longe de casa, é muito importante que se filho tenha experimentado pequenos momentos de distância. Uma ideia é ver como ele reage ao dormir na casa de avós, primos ou amigos. Existem crianças que até pedem para dormir fora de casa. Mas, quando chega a noite, elas não conseguem relaxar, sentem medo e sofrem com saudade dos pais, afirma Juliana Amaral. Nesses casos, esperar que seu filho cresça um pouco mais antes de vivenciar a distância.