publicidade

Infecções foram responsáveis por 64% das mortes de crianças em 2010

Diarreia infantil, pneumonia e malária estão entre as três principais causas

Por Minha Vida - publicado em 16/05/2012


Doenças infecciosas que poderiam ser evitadas com medidas simples de prevenção, como a diarreia, a pneumonia e o sarampo, foram responsáveis por 64% da mortalidade infantil em 2010. O estudo publicado na revista médica The Lancet incluiu apenas crianças menores cinco anos.

A pesquisa foi baseada em dados de 193 países e conduzida por pesquisadores da John's Hopkins Bloomberg School of Public Health, nos Estados Unidos. De acordo com a análise, das 7,6 milhões de crianças até cinco anos que faleceram em 2010, 4,82 milhões teriam sido acometidas por doenças como essas. Embora alto, o número caiu 26% desde a análise de 2000.

As doenças responsáveis pelo maior número de mortes foram pneumonia (14,1%), diarreia infantil (9,9%) e malária (7,4%). Até 2015, a ONU pretende reduzir em dois terços a mortalidade infantil de crianças dessa faixa etária, atentando que duas de cada cinco crianças faleceram durante o primeiro mês de vida.

Dentre os principais fatores de risco da pneumonia estão resfriados mal cuidados, mudanças bruscas de temperatura e o ar-condicionado. Já a diarreia poderia ser evitada atentando para a lavagem correta dos alimentos e a ingestão de água filtrada. A prevenção da malária, por sua vez, se dá pelo combate ao mosquito a partir de uso de mosquiteiros em casas, roupas que protegem os braços e aplicação de repelente.

Previna-se contra a pneumonia

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões e que tem por principais sintomas febre alta, tosse, dor no tórax e alterações da pressão arterial. Apenas por meio de um exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax, é possível diagnosticar o problema. O tratamento requer o uso de antibióticos e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. Alguns dos principais fatores de risco da doença são:

  • Resfriados mal cuidados
  • Exposição ao ar seco e frio do ar-condicionado
  • Mudanças bruscas de temperatura.

Conheça o tratamento da diarreia infantil

A diarreia é um desarranjo do intestino com aumento do número de evacuações e fezes amolecidas ou líquidas, causadas por germes que podem estar na água ou em alimentos contaminados. Após o diagnóstico, recomenda-se seguir as dicas a seguir para tratar o problema:

  • Iniciar a ingestão do soro caseiro* o mais breve possível
  • Aumento da ingestão de líquidos como soros, sopas, sucos
  • Ingerir de 50 a 100 ml de líquido após cada evacuação diarreica
  • Manter a alimentação habitual, principalmente o leite materno, corrigindo erros alimentares e seguindo as orientações médicas
  • Observar os sinais de desidratação.

Proteja-se contra o mosquito da malária

Para se proteger contra a doença infecciosa febril aguda transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium, siga essas medidas:

  • Uso de mosquiteiros impregnados ou não com inseticidas
  • Uso de roupas que protejam pernas e braços
  • Colocação de telas em portas e janelas
  • Aplicação de repelentes.

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X