publicidade

Passe a fase de resguardo livre de preocupações

Acabe com os mitos ligados a ginástica, sexo, alimentação e beleza

Por Minha Vida - publicado em 14/09/2007


Assim que o bebê, você é obrigada a encarar os enigmas da quarentena: mais um monte de dúvidas voltam a rondar sua cabeça antes mesmo de deixar a maternidade e haja paciência para replanejar a rotina e entender as transformações que acontecem no seu corpo. A confusão já começa pelo nome dessa fase imediata ao pós-parto. (acompanhe cada fase do desenvolvimento do seu bebê). Diferente do que sugere o senso-comum, a recuperação não dura 40 dias o prazo vai variar de acordo com a atividade que você pretende realizar e com o tipo de parto escolhido."Tanto o parto normal quanto a cesariana são ótimos, desde que bem empregados.

Só não dá para fazer normal porque a mãe tem medo da cicatriz ou agendar uma cesariana (e comprometer a formação do bebê) simplesmente por capricho" , afirma o ginecologista Artur Dzik, diretor da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana. "Parto bom é aquele com final feliz: mãe e filho no quarto quando tudo termina.

E, para as mais vaidosas, ressalto que, hoje em dia, mulher nenhuma deixa sequer de usar biquíni por causa de marcas do parto, a cicatriz é discreta e fica muito bem escondida" . (faça exercícios durante a gravidez, veja quais estão permitidos)

Isso, claro, se você respeitar as recomendações da fase de resguardo. São dicas simples, mas com repercussão direta no seu bem-estar. A seguir, veja tudo o que você pode fazer e o que precisa ser evitado nessa fase tão delicada. Minucioso, o dr. Artur Dzik explica os detalhes em relação à prática de exercícios físicos, alimentação, tratamentos estéticos e, como não poderia deixar de ser, sexo. Confira! (segure seu bebê corretamente durante a amamentação)

Voltar a dirigir (nove meses de transformações esperam você, conheça o que acontece em cada um deles)
Parto normal: é preciso esperar um mês para retomar as atividades ao volante. Este é o tempo necessário para o seu útero voltar ao tamanho original e, portanto, é importante evitar fazer força. O repouso também é necessário para que a cicatrização da episiotomia corte vaginal feito para facilitar a passagem do bebê.
Cesárea: também é preciso um mês para assumir a direção.


Caminhar sozinha (cursos para gestantes ensinam as principais lições damãe segura e tranqüila)
Parto normal: só depende mesmo da sua disposição. Mas para andar na rua, é melhor esperar uma semana, quando a episiotomia já estiver mais bem cicatrizada.
Cesárea: por causa do corte abdominal, bastante profundo, é melhor evitar caminhar sozinha no primeiro mês. O ideal é restringir os movimentos ao mínimo necessário.


Fazer ginástica (saiba mais sobre a dieta da grávida)
Parto normal: um mês depois da chegada do bebê os exercícios de musculação, alongamento, além dos treinos aeróbios estão completamente liberados.
Cesárea: para garantir a cicatrização de todas as camadas da pele, dois meses sem exercícios são exigidos das mulheres que recorrem à cesariana.


Tomar banho sem ajuda
(para viajar enquanto espera o bebê, tome alguns cuidados)
Parto normal: se o bebê nasceu pela manhã, à noite você já está livre para saracotear sozinha pelo quarto e ir ao banheiro sem depender de companhia. Nesse caso, a disposição conta muito mais do que a debilitação em si.
Cesárea: por causa do corte no abdômen, pelo menos um dia de inteiro repouso é necessário. Para tomar banho, você vai precisar da ajuda de uma enfermeira nas primeiras 24 horas após o parto, mas não se preocupe com as dores. Atualmente, os especialistas usam uma anestesia chamada intradural com morfina. Ela demora três dias para ser completamente metabolizada e, portanto, livra vocês dos piores incômodos (aqueles logo após o fim da cirurgia).



Pintar o cabelo
Parto normal: no caso de tratamentos estéticos, as restrições são as mesmas do período gestacional, independentemente do parto. Isso porque agentes químicos podem comprometer a qualidade do leite materno.
Cesárea: tinturas, ácidos para a pele e medicamentos estão proibidos, salvo sob autorização médica.

Comer à vontade (saiba quais os prós e contras da cessárea e doparto normal)
Parto normal: não existem aqui restrições no cardápio. O importante é, ao contrário, reforçar a dieta, com a inclusão de suplementos vitamínicos, ferro e cálcio. As precauções são necessárias para garantir a sua saúde e a produção de leite materno durante os primeiros seis meses de vida do bebê.
Cesárea: vale a mesma recomendação para as mães que fizeram parto normal. Fale com seu médico e veja se é necessário fazer alguma mudança na suplementação que ele receitou durante o pré-natal.


Fazer sexo (controle opeso durante a sua gestação)
Parto normal: é preciso, no mínimo, um mês de resguardo. Nesse período, acontece um sangramento natural, que costuma incomodar, e ainda há um pouco de dor vaginal por causa da episiotomia. É preciso esperar a cicatrizar completa do corte vaginal, evitando lesões musculares no assoalho pélvico, na bexiga e até no reto (parte final do intestino). Mas, além das alterações emocionais causadas pela chegada da criança, há mudança hormonal que diminui a libido feminina, principalmente na fase de amamentação. Mas, se este não for o seu caso, não deixe de pedir ao seu médico a receita de um anticoncepcional. Existem pílulas especiais para a mulher que está produzindo leite.
Cesárea: aqui também é necessário um mês de repouso. Mesmo não havendo a cisão vaginal, o corte na barriga exige bastante cautela na cicatrização. Em uma semana, os pontos já caíram ou forma removidos, mas as camadas mais profundas da pele demoram cerca de 30 dias para se restabelecerem completamente. Atrapalhar esse processo favorece a aparição de uma hérnia abdominal. Trata-se de uma saliência arredondada, que precisa de uma cirurgia para ser removida (além do desconforto estético, ela compromete o funcionamento do intestino).



texto6Ds




Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X