Como ensinar meu filho a escovar os dentes?

Veja dicas para tornar esse momento divertido para as crianças

Criança com escova de dentes mostrando que está fazendo a higienização bucal - Foto: Getty Images
Criança com escova de dentes mostrando que está fazendo a higienização bucal - Foto: Getty Images

Escovar os dentes é atitude básica para uma boa saúde bucal. Começar com esse hábito desde criança é fundamental. "Se os pais direcionam bem a criança a gostar de escovar os dentes, ela será um adulto com uma ótima higienização", considera a odontopediatra Andrea Lilian Goldmann (SP-CD-52690), especializada em ortopedia funcional dos maxilares.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso é importante que os pais envolvam o filho desde cedo no processo de escovação. Claro que no começo ele não será responsável pela escovação sozinho, mesmo que queira.

"A criança só poderá escovar os dentes sozinha a partir do momento em que tenha uma coordenação motora adequada, o que ocorre por volta dos 8 aos 10 anos de idade", ensina Fabíola Lanfredi (SP-CD-84547), odontopediatra especialista em ortodontia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, se a criança quiser escovar os dentinhos sozinha quando tiver dois ou três anos de idade, os pais podem - e devem - incentivar, realizando a higienização correta em seguida.

"Recomenda-se, no entanto, que as crianças utilizem uma escova diferente, pois elas acabam mordendo e danificando as cerdas, o que prejudica a remoção de placa dos dentes", considera Fabíola.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Usar termos lúdicos com a criança ajuda a transformar a escovação em uma brincadeira. "Eu costumo brincar que os dentes têm barriguinha (a parte da frente) e bumbum (a parte de trás), que os molares são os trilhos do trem e a língua o 'tapetão'", exemplifica Andrea. "Isso é bom porque a criança assimila a ordem e não deixa os pais esquecerem", explica.

Para Andrea, as crianças que brincam durante a escovação aprendem muito melhor, e vale a pena usar personagens que elas gostem para tornar o momento ainda mais divertido.

Com o tempo, a criança começará a fazer esse processo sozinha e, por volta dos 11 anos, quando sua coordenação motora estiver adequada, os pais podem parar de supervisionar o processo. Nessa fase, a criança já terá passado pela maior parte das trocas dentárias, época que causa insegurança nos país.

Entenda como a escovação deve ser feita em cada fase dentária da criança:

Primeiros dentes

Quando a criança ainda mama e não tem os dentinhos despontando, já é importante fazer uma higienização da região, usando uma fralda ou gaze após as mamadas. "Isso, inclusive, ajuda as crianças a criarem o hábito de terem algo na boca higienizando seus dentes", considera Andrea.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando os primeiros dentes começarem a nascer, escovas com cabeça pequena e cerdas bem macias são necessárias para escová-los com delicadeza. Até os quatro anos de idade, todos os dentes terão nascidos e a criança já pode começar a querer brincar de escovar.

Permanentes

Após os quatro anos, quando os dentes de leite estão presentes na arcada, a escovação deve ser feita da mesma forma que o adulto faz com seus dentes permanentes, usando a escova três vezes ao dia e utilizando também fio dental, que se torna fundamental quando os molares despontam.

"O fio remove as partículas existentes entre um dente e outro, região onde as cerdas das escovas não alcançam e só é possível higienizar com o uso adequado do fio dental", alerta Fabíola.

Dentes moles

A dentição de leite permanece até os seis anos, quando os dentes começam a cair. Quando eles ficam moles, os pais e crianças podem ficar com medo de higienizá-los, o que pode deixar a área mais sensível e inflamada ainda.

"A região deve ser suavemente escovada, mesmo antes do dente cair, para que não ocorra uma inflamação na gengiva e processo da perda do dente de leite cause menos desconforto e sangramento", explica Fabíola.

Depois da queda do dente, a "janelinha" também não pode ser esquecida na escovação. "Ela ficará um pouco sensível logo após a queda, e por isso a escova deve ser passada suavemente no local. No terceiro dia após a queda, já pode escovar bem a região, o que pode até estimular o nascimento do outro dente", considera Andrea.

Além disso, muitas vezes o dente permanente já começa a apontar na gengiva, mesmo que os pais não percebam, o que torna a higienização da janelinha ainda mais importante.

Outro ponto de atenção nessa fase são os dentes novos que surgem. A dentição de leite tem 10 dentes em cada arcada (dois incisivos, dois caninos e quatro molares), enquanto a dentição permanente tem 14 dentes em casa arcada (dois incisivos, dois caninos, quatro pré-molares e quatro molares).

Quando os molares do fundo começam a nascer, nenhum dente cairá, e os pais podem não perceber que eles já estão erupcionando. "Por isso, é preciso cuidado para que o a limpeza do último dente molar não seja negligenciada", lembra Fabíola.