PUBLICIDADE

Crianças que sofrem agressão estão mais propensas a ser violentas

Filho que recebe castigo corporal corre mais risco de ser agressivo com os outros

Mães que são violentas com seus filhos pequenos colaboram para aumentar o risco dessas crianças desenvolverem comportamentos agressivos, como o bullying, de acordo com estudo publicado na edição recente da revista Pediatrics. Os pesquisadores entrevistaram cerca de 2.500 mães sobre a quantidade de vezes que elas haviam espancado seu filho de três anos de idade no mês anterior. Quase metade das mães disseram que não havia batido na criança, durante o mês anterior, 27,9% disseram que bateram nos filhos de três anos de idade, uma ou duas vezes no mês anterior e 26,5% disseram ter castigado seu filho fisicamente mais que duas vezes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores também perguntaram às mães sobre o comportamento agressivo da criança, se eram provocadoras, cruéis, ou propensas a entrar em brigas com outras crianças, tanto no momento em que tinham três anos de idade, quanto aos cinco anos. Concluiu-se que as crianças que recebiam castigos corporais apresentavam maior incidência de comportamentos agressivos com a própria família e com os colegas.

Os cientistas recomendam que uma boa tática para afastar a resposta agressiva é recompensar o bom comportamento deles. Isso pode incluir o ensino sobre o que é o mau comportamento e tentar evitá-lo em vez de apenas reagir a ele, uma vez ocorrido. Os pais podem usar sistemas de recompensa, como gráficos de brincadeiras com adesivos e brinquedos pelo bom comportamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os resultados desta pesquisa também são úteis para entendermos como a violência funciona para as crianças nos vídeo-games violentos ou castigos corporais, ou seja, crianças aprendem atitudes agressivas quando expostas à violência, pois aprenderam a solucionar os conflitos dessa maneira.