PUBLICIDADE

Crianças acima do peso sofrem mais bullying na escola

Chances para os gordinhos são 63% maiores, aponta estudo

Crianças que estão acima do peso, nas faixas etárias entre oito e onze anos, são mais propensas a serem hostilizadas no colégio, independentemente do seu sexo, raça, capacidade de fazer amigos ou habilidades acadêmicas, mostrou um estudo publicado na revista científica Pediatrics. Nos Estados Unidos, em muitos escolas, mais da metade das salas são de crianças acima do peso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O estudo envolveu 821 garotos e garotas americanos, entre oito e 11 anos. Do total de voluntários, 17% eram obesos e 15% estavam acima do peso. De acordo com os resultados do monitoramento, a chance de uma criança obesa ser intimidada pelos seus colegas de classe é 63% maior do que a chance de um aluno de peso saudável sofrer a mesma intimidação.

Foi descoberto também que habilidades sociais ou acadêmicas não livram as crianças do preconceito. O relatório ainda apontou que a hostilização, também conhecida como bullying, é um dos problemas que mais afligem os pais americanos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um estudo da Universidade de Copenhagen (Dinamarca) sugeriu que quanto mais tarde as papinhas forem introduzidas na dieta dos bebês, menores são os riscos dessas crianças tornarem-se adultos com sobrepeso ou obesos. Além disso, ainda que os dados não sejam conclusivos, alguns estudos mostram que o leite materno leite materno protege a criança contra a obesidade.