Estrias na gravidez: marcas na pele são agravadas pelo ganho de peso

Estrias na gravidez

Série Gravidez

1 de 8

próximo

Estrias na gravidez

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamentos

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Durante a gravidez, existem muitos tratamentos estéticos que são contra-indicados, como a aplicação de medicamentos ao longo da estria, chamados de intradermoterapia e carboxiterapia.

Ao usar um creme para estrias durante a gestação também é preciso cuidado. Ele não deve conter os derivados da vitamina A, como a isotretinoína e o ácido retinoico. Esses produtos são contra-indicados neste período.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O tratamento mais saudável à saúde da pele da mulher e da criança é a aplicação de óleo. Ela é indicada logo após o banho. Aplique no corpo inteiro e seque com a toalha.

Excesso de peso na gravidez

Quando a gestante engorda muito, aumentam as chances de aparecer estrias pelo corpo. Muitas mulheres acreditam que coçar a pele pode causar estria, mas, na verdade, é o surgimento da estria que provoca coceira. Se o local for muito atacado pelas unhas, pode sim aumentar a largura da estria que já está se formando.

Controlar o peso é fundamental para evitar estrias. Os médicos recomendam que a gestante engorde, no máximo, 10 kg durante a gravidez. E não esqueça a hidratação. "Se as estrias aparecerem, o jeito é lidar com elas até o fim deste período", recomenda a dermatologista Fabiana Pietro.