publicidade

Siga essas dicas e comece a malhar dentro de casa

Monte sua academia com equipamentos versáteis e prepare-se para colher os benefícios

Por Camila Michel - publicado em 22/10/2009


Ter uma bicicleta, esteira ou até mesmo um aparelho que ajude na hora das abdominais em casa parece uma ótima ideia para entrar em forma. Desde que o destino da peça não seja o de ser aposentada pouco tempo depois. O aparelho vira cabide de roupas ou um simples objeto para acumular pó, e você fica sem os benefícios da atividade física. "Comprei uma esteira há seis meses. Nos três primeiros meses, eu malhava todos os dias, suava a camisa e me empolgava com as atividades. Mas logo depois, enjoei das caminhadas e comecei até a sentir dores nas pernas. Acabei aposentando o aparelho, que hoje virou um incomodo que só ocupa espaço no meu quarto", conta a recepcionista Renata Pavilha, de 28 anos.

É com esse pensamento que muitas pessoas desistem de optar pelos aparelhos que ajudam a tonificar o corpo e colaboram com a perda de peso. Mas, será que não existem táticas para reverter esta imagem e montar uma academia de dar gosto em casa? Para responder essa pergunta, o MinhaVida conversou com a professora Fabianna Queiroz Nogueira, consultora da academia Contours, de São Paulo. Ela dá as dicas para te ajudar a montar um treino motivacional que deixa seu corpo e sua saúde em dia. Confira abaixo:

de 8

mulher treinando em casa - Foto: Getty Images

Evite aparelhos complexos

O primeiro passo para conseguir montar a sua academia em casa é se preocupar com a escolha dos equipamentos. "Aparelhos muito complexos podem provocar lesões. Aposte nos mais simples que demandam movimentos rápidos e fáceis", explica Fabianna. Outra questão é o espaço que eles ocupam. "Para não ver o equipamento como um estorvo, que só ocupa espaço, o ideal é escolher as versões dobráveis, existem esteiras e bicicletas, por exemplo, que podem ser guardadas embaixo da cama", diz a especialista. 

mulher andando em uma bicicleta ergométrica - Foto: Getty Images

Bicicleta e esteira

Trinta minutos de exercícios já são suficientes para melhorar o condicionamento cardiorespiratório, com a perda de peso e o fortalecimento dos músculos inferiores.  

mulher pulando na cama elástica - Foto: Getty Images

Mini-trampolim

A cama elástica proporciona ótimos movimentos aeróbicos e pode ser um grande aliado do regime. "Os exercícios no mini-trampolim são dinâmicos e perfeitos para queimar calorias", diz. "Mas, antes de aderir aos movimentos, é preciso verificar se a saúde do joelho está em dia, caso contrário lesões mais graves podem aparecer", ressalta a especialista. 

mulher fazendo abdomiais com suporte de aparelho - Foto: Getty Images

Suporte para abdominais

Ele ajuda na hora de realizar os movimentos, e você ainda pode adicionar pesos que potencializam a carga do exercício. "O lado positivo desse aparelho é que ele deixa a postura ideal para a realização dos abdominais, prevenindo as lesões e colaborando para os resultados", diz a especialista. 

mulher pulando corda - Foto Getty Images

Corda

Simples e prática, ela é uma ótima opção para deixar seu treino mais animado. "O beneficio da corda é que ela permite variações do treino. A perda calórica também é grande, além de tonificar os músculos das pernas e glúteos", explica Fabianna.  

mulher alongando as pernas no sofá de casa - Foto: Getty Images

Trace metas

Quando você não tem um objetivo bem definido, fica mais fácil desistir no meio do caminho. "Antes de comprar o aparelho ou tirá-lo do canto da sala, é preciso pensar nos resultados para ganhar motivação", explica a especialista. 

relógio enrolado em uma fita métrica  - Foto: Getty Images

Mantenha os mesmos horários

Mesmo com a flexibilidade de treinar em casa, é importante manter a disciplina e a regularidade do treino. "Evite se exercitar só quando está com vontade. Quando paramos de fazer a atividades físicas por uma semana, por exemplo, os músculos se rendem ao sedentarismo e, na semana seguinte, teremos que começar do zero. Marcar um horário e realizar os exercícios, no mínimo, três vezes por semana é essencial para colher os resultados", diz a professora. 

homem alongando - Foto: Getty Images

Foque no treino

Seu filho pedindo atenção, a comida queimando ou a campainha tocando. Esse não é o cenário ideal para a prática de exercícios e pode ser um forte motivo para fazer você desistir. "Na hora de praticar o exercício é essencial que a pessoa foque no treino. Ficar parando no meio das séries atrasam os resultados e desmotivam qualquer pessoa", aponta. "O ideal é escolher um momento em que a casa esteja tranquila. Minha dica é ligar o som e não se preocupar com o resto", sugere a professora da academia feminina Contours. 

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X