Conheça cinco exercícios que valem por dois

Modalidades como capoeira e tai chi chuan trabalham corpo e mente juntos

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 12/12/2016

Não é de hoje que os exercícios são reconhecidos pela sensação de bem-estar que promovem a quem os pratica. Tal resultado vem de uma série de hormônios liberados quando você sua a camisa. O destaque da ação relaxante fica por conta da endorfina, substância que ajuda a aliviar o estresse. Algumas modalidades, porém, são populares justamente pela dupla funcionalidade: não só colocam a silhueta no lugar, como também proporcionam uma notável sensação de relaxamento e bem-estar.Para deixar você a par de todos os benefícios oferecidos pelos exercícios dois em um, o Minha Vida recorreu aos profissionais da academia Bio Ritmo, Gustavo Borges e TSKF Academia de Artes Marciais. A seguir, eles detalham como as modalidades que ensinam, combatem o acúmulo de tensões do dia-a-dia.

Alongamento

Consciência corporal e superação de limites são o foco das aulas de alongamento. A coordenadora de fitness da academia Gustavo Borges, Ana Paula Alves, detalha um pouco da rotina de duas aulas que oferecem séries de alongamento: as próprias aulas de alongamento e a GB Equilibrium.

No início da aula de alongamento, os alunos fazem um leve alongamento acompanhado de uma música suave. No decorrer da aula, o grau de dificuldade das séries vai aumentando e, por fim, a aula é finalizada com massagem e relaxamento, diz Ana Paula. Sobre a modalidade GB Equilibrium, ela conta que movimentos de soltura entram em cena no começo da aula. As movimentações são baseadas em técnicas como Tai Chi Chuan, ioga e pilates, com participação de materiais como bola e disco. Assim como nas aulas de alongamento, os exercícios são progressivos e encerrados com relaxamento.

Para que os benefícios das aulas de alongamento sejam notados, a profissional da academia Gustavo Borges recomenda que o aluno pratique uma das modalidades três vezes por semana. Ana Paula afirma que, pelo fato de os exercícios respeitarem o grau de condicionamento do aluno, não existe nenhuma restrição para a prática. Se o aluno tiver alguma prescrição médica, é preciso ter autorização do profissional para a prática de atividades físicas e trazer exames para que o professor tome as devidas precauções durante as aulas, alerta.