publicidade

Espante a vergonha na hora do treino

Saiba como ficar mais à vontade na academia

Por Minha Vida - publicado em 04/05/2009


O primeiro passo já foi dado, você deixou a preguiça de lado e resolveu se matricular na academia. Mandar o excesso de gordurinhas para longe já começa virar um sonho bem próximo. O problema é que, logo no primeiro dia de aula, a vergonha vem à tona. O mal estar começam em casa, na hora de se vestir: parece que nenhuma camiseta é grande o suficiente para disfarçar os quilos extras e as dobrinhas. Chegando à academia, a impressão de que todo mundo está olhando para você e comentando sua falta de habilidade com os exercícios destrói a concentração.

de 5

amigos na academia - Foto Getty Images

Você não está sozinha

Muitas mulheres passam por essa situação sim, este é o primeiro consolo: você não está sozinha. Mas o melhor está por vir, de acordo com a coordenadora e professora da rede Curves, (Academia especifica para mulheres), Kátia Ramalho. "O constrangimento desaparece quando você nota que a academia está lotada de gente que só pensa em cuidar do corpo e da mente, muita gente mal olha para o lado, não há motivo para querer se esconder".  

mulheres na academia - Foto Getty Images

O lugar certo

A academia precisa combinar com o seu jeito. Só assim você vai se sentir bem dentro dela. "Procure ambientes acolhedores. As academias especialmente desenvolvidas para mulheres podem se ruma opção, já que os equipamentos foram desenvolvidos para o biotipo feminino, deixando você mais confortável na hora do treino", sugere a especialista. 

mulheres na academia - Foto Getty Images

Objetivo

Seu objetivo precisa bater com o objetivo da academia. Se você está buscando saúde, nunca vai se sentir bem em um ambiente lotado de menininhas que só buscam a conquista de um corpo violão. "Identificar locais onde existam mulheres reais, de verdade, que estão lá preocupadas com a saúde e de alguma maneira se identifiquem com o seu perfil é um bom começo. O atendimento mais próximo do profissional também traz segurança para quem sente muita vergonha", explica Kátia Ramalho. 

mulher na academia com uma personal - Foto Getty Images

Profissionais

Seus instrutores estão entre os responsáveis pelo sucesso do seu treino. Por isso, é importante se preocupar com a postura de cada um deles. É necessário buscar profissionais sérios e competentes que entendam de "mulheres", já que não dá para igualar padrões de força, cargas e objetivos iguais para os diferentes sexos. Essa atitude ajuda a acabar com o preconceito entre os alunos", alerta a professora.  

mulher se olhando no espelho - Foto Getty Images

Autoconfiança

Ter autoconfiança é o primeiro passo para acabar com a vergonha. Colocar a saúde em primeiro lugar para não desistir e abandonar o exercício, também é uma opção. Uma dica é optar por exercícios rápidos que tenham garantia de resultados comprovados, na opinião da professora da rede Curves, Kátia Ramalho. 

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X