Câncer: o que perguntar ao médico sobre a doença

Questões gerais e sobre efeitos colaterais do tratamento são importantes

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 10/10/2016

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam uma estimativa de 520 mil novos casos da doença no Brasil por ano. Mesmo com as tecnologias cada vez mais avançadas, receber um diagnóstico de câncer ainda pode ser difícil. E esse sentimento pode vir acompanhado do medo de saber mais sobre a doença - entretanto, essa nem sempre é a melhor atitude a se tomar. "Procurar saber mais sobre a doença e como ela se desenvolve pode ajudar o paciente a entender o seu quadro e o que ele sentirá durante o tratamento", explica o oncologista Selmo Minucelli, do laboratório Pasteur. Não tenha vergonha em fazer muitas perguntas ao seu médico. Ele é a melhor pessoa para esclarecer as suas dúvidas e é quem irá te acompanhar durante esse processo - por isso, não tenha medo de esclarecer com ele os seus questionamentos. Pensando nisso, no Dia Nacional de Combate ao Câncer (27 de Novembro), montamos uma lista de perguntas que você não deve se esquecer de fazer, além de dicas para o momento da consulta:

Recomendações para a consulta

Quando for conversar com seu médico, certifique-se que toda a comunicação será feita da forma mais clara possível. Se não entender, peça para que o profissional repita com termos mais simples ou usando desenhos. Leve um caderno para a consulta e anote os pontos mais importantes ? use também para anotar as suas dúvidas e levar para as próximas consultas. Caso queira informações adicionais sobre seu caso, peça a seu médico que indique livros, sites ou artigos. "Sempre é importante o paciente estar acompanhado de um familiar ou amigo, para garantir que toda a explicação fique clara e nada seja esquecido", lembra o oncologista Selmo Minucelli, do laboratório Pasteur, em Brasília. É essencial que você saia do consultório sem nenhuma dúvida, ou então com referências de publicações que possam responder as questões que não puderam ser sanadas a tempo. Entender melhor a sua doença e a sua relação com ela melhora a sua qualidade de vida e o relacionamento com seu próprio corpo, com as mudanças que podem vir a acontecer.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.