10 dúvidas sobre remédios para garganta inflamada

Tratamentos caseiros podem ajudar nos sintomas, mas nem sempre resolvem o problema

POR NATHALIE AYRES - ATUALIZADO EM 02/01/2017

Garganta inflamada é um problema corriqueiro, mas que gera muito incômodo. "A dor de garganta é um dos sintomas mais comuns da prática médica, pode ocorrer em adultos em crianças. Ela ocorre devido à inflamação da faringe (faringite) ou amígdala (amigdalite)", considera o infectologista Julival Ribeiro, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

PUBLICIDADE

E quando a pessoa surge com a garganta inflamada, o que não faltam são dicas de remédios caseiros que podem melhorar o problema mais rápido. Para ajudar a esclarecer estas questões e saber se essas dicas realmente funcionam, o Minha Vida conversou com especialistas em infectologia, que explicam se estes remédios são eficazes ou não:

1. Quanto tempo dura o tratamento da garganta inflamada?

Normalmente o tratamento da garganta inflamada de origem infecciosa dura em torno de 10 dias, considera o infectologista Jean Gorinchteyn, especialista do Hospital São Camilo, em São Paulo. Isso porque esse tipo de inflamação na garganta supõe o uso de medicamentos como antibióticos e antiinflamatórios, que levam um tempo até eliminar completamente a causa da inflamação.


2. Existem formas de fazê-lo mais rapidamente?

Infelizmente os medicamentos precisam ser tomados até o fim, para que a doença não retorne agravada. "Mas a melhora clínica dos sintomas costuma aparecer após 72 horas (3 dias)", considera Ribeiro. E não se iluda, largar o tratamento no meio para encontrá-lo pode torná-lo ainda mais longo no final das contas.

3. Própolis é um aliado no tratamento da garganta inflamada?

O própolis é um dos itens mais indicados quando o problema é garganta inflamada. Mas apesar de ser um aliado da melhora dos sintomas, principalmente a dor na garganta, ele não trata o problema sozinho. "Existem alimentos que até conseguem reduzir a inflamação, mas nunca de forma tão rápida e eficaz quanto os medicamentos alopáticos", alerta Gorinchteyn. Além disso, se você está tomando medicamentos e consegue uma melhora dos sintomas com o própolis, isso não significa que o problema está resolvido. Inclusive, considerar isso é parar de tomar a medicação pode piorar o quadro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

4. Posso usar o mel quando estiver com a garganta inflamada?

O mel possui ação microbiana, então ele realmente ajuda a aliviar a dor de garganta, mas como o própolis, essa ação é só momentânea, não curando a doença em si. Portanto, seu uso deve ser considerado com cautela, já que como nos lembra Gorinchteyn, ele nunca reduzirá a inflamação como um medicamento alopático. Portanto, vale o mesmo alerta anterior: você pode aproveitar as propriedades do mel ao reduzir os sintomas da garganta inflamada, mas não deixe de tomar a medicação indicada por seu médico.

5. Existem alimentos ou chás que podem ajudar no tratamento da garganta inflamada?

O gengibre é um alimento muito citado, por ser um potente anti-inflamatório. Só que mais uma vez, sua eficácia só é garantida contra os sintomas, não há nada que comprove que ele trata o problema. "A bala de gengibre, inclusive, estimula a salivação, lubrificando as cordas vocais e melhorando a condição do local onde a agressão está ocorrendo", diz a infectologista Valéria Paes, do laboratório Pasteur, em São Paulo.

Já os chás são outros aliados importantes da redução dos sintomas de garganta inflamada. Primeiro devido a presença da água, importantíssima para o tratamento do problema. Segundo pela temperatura mais morna. "Algumas pessoas obtêm alívio sintomático com alimentos quentes", explica o infectologista Ribeiro.

No entanto, o recado continua o mesmo: alívio dos sintomas não significa melhora da causa do problema, que precisa ser investigada. "Uma amigdalite ou faringite de origem bacteriana pode levar a sérias complicações, por isso o correto é buscar um serviço de saúde", considera o especialista.

6. Balas podem ser aliadas de quem está com a garganta inflamada?

As balas, principalmente de menta e hortelã, também são recursos muito usados para disfarçar os sintomas da garganta inflamada, e realmente ajudam. No entanto, usar pastilhas com anti-inflamatórios pode ser muito mais eficaz, como nos lembra Ribeiro. Mais uma vez, o ideal é investigar a causa desta inflamação antes de tentar cuidar delas em casa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

7. Os gargarejos com água morna podem ajudar quem está com a garganta inflamada?

A água morna pode ajudar a reduzir os sintomas de dor da garganta inflamada, o que já é um ponto positivo para o gargarejo. "Quando feito com sal e vinagre, o gargarejo traz uma alteração no pH, que pode favorecer o quadro", explica Gorinchteyn. "Este tratamento, no entanto, não deve ser feito sozinho, pois não agirá tão rápido quanto os medicamentos alopáticos, podendo levar a piora do quadro, dependendo da causa", finaliza o especialista.

8. Toda garganta inflamada é tratada com antibióticos?

Nem sempre. "Quando a garganta inflamada é causada por bactérias, ela é certamente tratada com antibióticos. Um sinal importante de que a causa é bacteriana é a presença de pus na garganta", descreve o infectologista Gorinchteyn. No entanto, se a infecção por causa por vírus o antibiótico não só não fará efeito, como pode trazer problemas de saúde, como resistência do organismo ao medicamento.

9. Qual a diferença entre uma inflamação e uma infecção na garganta?

A infecção da garganta significa que ela está sendo atacada por vírus e bactérias, enquanto uma inflamação da garganta sinaliza apenas que ela está avermelhada e inchada. "Pode-se ter uma inflamação da garganta, sem necessariamente, a pessoa estar com um quadro infeccioso, existem outras causas", considera Julival Ribeiro.

10. Quando devo procurar um médico?

O médico deve ser procurado quando a dor de garganta apresenta sintomas incômodos, como pus e dificuldade em engolir, tomar água ou mesmo deglutir a própria saliva. "Sintomas como febre e mal-estar também justificam buscar um médico", frisa Gorinchteyn.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.