Erosão Ácida ameaça a saúde bucal e destrói o esmalte do dente

Casos do problema crescem e preocupam os especialistas

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 24/11/2009

A erosão ácida consiste na perda da superfície do dente, causada por ácidos intrínsecos (origem gástrica) ou extrínsecos (dieta), mas muito mais associada à dieta moderna. Prevê-se que a erosão ácida venha a ser um problema emergente para a saúde dental do século XXI.

Não é somente o que é consumido que influencia a erosão ácida, mas principalmente como estes itens ácidos são retidos na boca. Beber em grandes goles, reter a bebida na boca, ou o hábito de ?bochechar? aumentam o risco, enquanto que o ideal seria que bebidas gasosas fossem tomadas rapidamente ou através de um canudo, colocado no fundo da boca, longe dos dentes.

Um estudo sugere que beber um litro de refrigerante ao dia pode remover 1 milímetro do esmalte dos dentes em poucos anos. Para se ter uma idéia, o esmalte do dente se dissolve em PH de 5,5 aproximadamente e o PH de alguns alimentos estão abaixo:

Item PH Aproximado (acidez)
Suco de limão 2,00 a 2,60
Vinagre3,20
Uvas 2,90 a 4,50
Maçã3,30 a 3,90
Laranja3,30 a 4,05
Damasco3,30 a 4,80
Vinho tinto3,40
Molho de salada 3,60
Tomate 4,30 a 4,90
Leite6,70
Obs: PH neutro7,00

Se o ataque ácido acontece com muita freqüência, a saliva que neutraliza a acidez e ajuda na remineralização do esmalte, não consegue recuperar este esmalte.

Sintomas do problema:

Sensibilidade: A medida que a dentina se torna exposta, ocasionalmente pode-se sentir uma pontada ao consumir bebidas geladas, quentes ou doces.

Descoloração: Os dentes podem ter aparência amarelada devido exposição da dentina. (diretamente ou por camada fina do esmalte).

Dentes arredondados: Aparência arredondada e áspera na superfície e borda dos dentes.

Translucência: Pode haver aumento da translucência (transparência) nos dentes anteriores.

Lesões em forma de taças: nas superfícies de mastigação dos dentes.

O esmalte do dentes não é substituído. Os efeitos prolongados da erosão ácida podem exigir tratamento reparador dos danos causados para reestabelecer forma, função e estética dos dentes. Em casos extremos, o dano causado pode levar até mesmo a extração do dente afetado.

Minimizando o risco
Evite escovar os dentes imediatamente após o consumo de alimentos ou bebidas ácidas, porque é nesta fase que o esmalte encontra-se mais vulnerável. O ideal é escovar os dentes pelo menos uma hora após uma hora a ingestão destes alimentos. Antigamente indicava-se a escovação nos primeiros 5 minutos após as refeições.

1) Beba refrigerantes e bebidas gasosas rapidamente e considere o uso de um canudo no fundo da boca.
2) Escove os dentes suavemente, de forma completa e com uma escova macia.
3) Escolha um creme dental com baixa abrasividade e boa disponibilidade de flúor.
4) Procedimentos preventivos simples minimizam o risco: vá ao dentista regularmente e converse com ele sobre quaisquer dúvidas que tenha. Minimizar a erosão ácida é conscientizar-se sobre os alimentos ácidos e seguir simples passos preventivos para ajudar a minimizar o risco. A educação é nossa melhor defesa!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não