Pacientes reumáticos devem praticar exercícios físicos

A atividade ajuda a reduzir dores musculares e a melhorar os movimentos

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 30/01/2011

Dr. Sergio Bontempi Lanzotti
Reumatologia - CRM 60377/SP

Esqueça as velhas receitas para tratar dores nas costas, nas juntas, nos joelhos... Nada de anti-inflamatório e repouso absoluto.

Quanto menos você se mexe, mais aumentam a dor e a rigidez nas articulações. Tão importante quanto à medicação apropriada, os exercícios físicos devem, obrigatoriamente, fazer parte do tratamento dos pacientes reumáticos.

Dor, rigidez, fadiga e o medo de piorar podem fazer com que o paciente reaja contra o exercício. No entanto, para o reumático, um programa de exercício apropriado é extremamente importante e saudável.

Hoje, a maioria dos estudos revela que a atividade física moderada e com acompanhamento apropriado pode reduzir as dores musculares e melhorar os movimentos dos pacientes que sofrem de doenças reumáticas.

O exercício físico é uma peça chave para esses problemas, pois o sedentarismo agrava muito o quadro das doenças reumáticas.

A prática de atividades físicas - além de proporcionar prazer e relaxamento - contribui para o emagrecimento, reduz a dor e a rigidez nas articulações e aumenta a flexibilidade, a força muscular, a saúde do coração e a resistência.

PUBLICIDADE

Um dos grandes benefícios da atividade física é o estímulo à produção de endorfinas, aumentando a sensação de bem-estar. As endorfinas também funcionam como analgésico, proporcionando alívio da dor no organismo.

A produção de endorfinas é fator muito importante para os pacientes reumáticos, que apresentam propensão a desenvolver quadros de depressão e ansiedade.

Antes de se exercitar, consulte seu médico
Os exercícios físicos mais recomendados para os pacientes reumáticos são do tipo aeróbico ou dinâmico, como caminhar, correr, nadar e andar de bicicleta.

As pessoas fisicamente ativas têm uma qualidade de vida melhor comparada com as sedentárias, e isso também se aplica a pacientes portadores de doenças reumáticas como artrite, espondilite, artrose.

No entanto, a prática de exercícios físicos deve ser supervisionada e não deve ser iniciada antes da avaliação do médico que acompanha este paciente.

O reumatologista poderá indicar a necessidade da prática de atividade física por doentes com acometimento articular de membros ou coluna vertebral.