Espondilite anquilosante: entenda as opções de tratamento

Exercícios, fisioterapia e cirurgia são algumas das alternativas para tratar este problema

Uma visão geral das diferentes abordagens para tratar sua dor nas costas que seu médico pode recomendar. Algumas das opções descritas nesta seção são específicas da dor nas costas de origem inflamatória. Elas podem não ser adequadas para outros tipos. Então, é importante conversar com seu médico para descobrir o que está causando sua dor nas costas e elaborar um plano de tratamento adequado.

Assim que você tiver sido diagnosticado, seu médico pode recomendar uma série de opções de tratamento com base em sua condição e estilo de vida específicos.

Exercício (1)

Dependendo do que está causando a dor nas costas, manter-se ativo pode melhorar sua postura, o movimento na sua coluna e sua dor e rigidez gerais. Seu médico ou fisioterapeuta pode recomendar que você siga um programa de exercícios que pode ajudar a restaurar a força nas suas costas. Sempre pergunte ao seu médico antes de iniciar um programa de exercícios sozinho.

Terapia manual (1)

Se você tem dor persistente, seu médico pode recomendar que você faça seções com um fisioterapeuta (veja abaixo), um quiroprata ou um osteopata. Todos os três são especialistas no movimento e funcionamento do corpo. A terapia manual pode ser recomendada juntamente com medicações.

Fisioterapia (1)

A fisioterapia pode ajudá-lo a recuperar o movimento que eventualmente tenha se tornado restrito devido a sua dor nas costas e pode ter diversas abordagens. Incluindo programas de exercício específicos, terapia manual (como massagem) ou hidroterapia, um exercício conduzido em uma piscina de água aquecida que foca na melhora de sua amplitude de movimentos ou força. Os fisioterapeutas também podem avaliá-lo e ajudá-lo a planejar um bom programa de exercícios.

Acupuntura (1)

A acupuntura envolve a inserção de agulhas finas em pontos específicos do corpo. A acupuntura mostrou ser eficiente no tratamento da dor nas costas ao desviar os impulsos de dor para longe do cérebro, de forma a ser menos provável que você sinta a dor, e estimulando as endorfinas, os hormônios de alívio de dor do próprio corpo.

Terapia comportamental (1)

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) é uma técnica que envolve a troca de pensamentos e comportamentos negativos por outros que sejam positivos. Esta técnica pode ser usada em combinação com outras terapias para ajudar a gerenciar os efeitos psicológicos da sua dor crônica nas costas.

Cirurgia (1)

Geralmente a cirurgia é considerada para problemas específicos nas costas, se sua dor nas costas for desencadeada por uma deformidade congênita, ou após as outras formas de terapia terem sido feitas e a sua dor persistir ou se agravar. Nesses casos, você pode ser encaminhado a um especialista que explicará, em detalhes, os benefícios e riscos das opções de tratamento cirúrgico.

Medicações

Você já pode ter tentado um analgésico comprado na farmácia local. Se isso não diminuiu seus sintomas, seu médico pode prescrever outras medicações ou recomendar uma dose diferente.

As medicações listadas aqui podem causar efeitos colaterais em diferentes graus. Portanto, é importante conversar com seu médico qual é a melhor medicação para seu caso específico. Não se automedique!

Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) (1)

Medicamentos anti-inflamatórios podem ajudar a aliviar a dor nas costas, sensibilidade, inflamação e rigidez. No entanto, os AINEs podem ter alguns efeitos colaterais, se tomados por muito tempo. Seu médico conversará com você e, juntos, poderão avaliar se AINEs são a opção correta para o seu tratamento.

Outros analgésicos (1)

Se sua dor não responder a outras medicações, seu médico pode prescrever um tipo diferente de analgésico que é chamado de opioide. Ele funciona diminuindo os sinais de dor da coluna vertebral e outras áreas do corpo, até o cérebro. Os opioides podem ser usados para tipos mais graves de dor e seu médico pode discutir suas opções e possíveis efeitos colaterais com você, incluindo a possibilidade de causar dependência, antes de fazer uma prescrição.

ESTEROIDES INTRA-ARTICULARES (1)

Esteroides desempenham um papel importante na prática clínica para o tratamento de doenças autoimunes. Estes medicamentos são eficientes no tratamento de processos inflamatórios e imunológicos com um efeito rápido e acentuado sobre os sintomas. Esteroides podem ter efeitos colaterais, particularmente se usados com frequência. Seu médico irá discuti-los com você e deverá monitorar com que frequência você os utilizará.

TERAPIAS BIOLÓGICAS (1)

Também conhecidos como "biológicos", estes são medicamentos modificadores da doença que funcionam em seu sistema imunológico (o sistema de defesa natural do corpo) ao abordar a inflamação subjacente causada por determinadas doenças. Terapias biológicas podem ser eficientes na redução da dor e rigidez e são fornecidas na forma de injeção sob a pele ou por via intravenosa sob a supervisão de um profissional de saúde. Estas medicações não são adequadas para todas as pessoas e podem causar alguns efeitos colaterais sérios. Seu médico será capaz de decidir se estas medicações podem ser a opção correta para você.

Referências

1. Sieper J, et al. The Assessment of SpondyloArthritis International Society (ASAS) handbook: a guide to assess spondyloarthritis. Ann Rheum Dis. 2009;68:ii1-ii44.