Dentes sensíveis durante a gravidez: o que esperar e como conviver

Veja o que pode causar inflamação e como lidar com a dor de maneira segura

Na gravidez, o desconforto é um fato esperado. O corpo está mudando, de modo que dor nas costas ou dificuldade para encontrar uma posição confortável faz parte. Mas enquanto a gestante vai empilhando almofadas para ajuda-la a dormir à noite, ela poderá notar outra fonte para o desconforto na gravidez: seus dentes. Dentes sensíveis durante a gravidez podem causar desconforto às gestantes e saber que outras gestantes também sofrem dos mesmos sintomas pode ser um pouco reconfortante.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar disso, apresentamos o que pode estar causando a inflamação dos dentes e gengiva e como lidar com a dor de maneira segura:

Mudanças da gravidez

As mudanças hormonais que acontecem no corpo são, igualmente, as maiores culpadas pela dor nos dentes e gengiva durante a gravidez. Desde o aumento no fluxo sanguíneo até os hormônios hiperativos, a gestação cobra seu preço. As causas mais comuns de dentes sensíveis durante a gravidez são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como solucionar

Embora a gravidez possa limitar algumas intervenções cirúrgicas usadas com frequência para tratar dentes e gengiva doloridos, com um pouco mais de atenção e cuidados a gestante poderá manter o sorriso sadio durante os nove meses do pré-natal. Mantendo todos os hábitos de higiene principais praticados até agora a gestante permanecerá sadia e sem dor, de modo que ela não deverá se esquecer de dedicar um pouco de amor e carinho à boca também. Seguem quatro dicas para dentes sensíveis na gravidez:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Escolha uma escova macia. Dentes sensíveis pedem toque macio, como sugere o March of Dimes (Fundação sem fins lucrativos nos EUA). Uma escova macia, como Colgate® SlimSoft? limpa entre e ao redor dos dentes de maneira completa e suave para reduzir a gengiva sensíveis e hemorrágicas no futuro.

2. Anote os alimentos que desencadeiam a sensibilidade. Já sentiu dor de dente enquanto tomava um chá? Sorvete provoca dor? É melhor evitar esses "alimentos detonadores". Na maioria dos casos, conforme a APA, a sensibilidade na gengiva desaparece após a gravidez, de modo que qualquer sensibilidade nos dentes também deverá diminuir, permitindo o consumo desses alimentos novamente no futuro.

3. Reduza o consumo de doces. O açúcar alimenta as bactérias na boca, levando à formação de cárie e sensibilidade. Se possível, reduza o consumo de doces. Se não for possível, escove e remova esses resíduos frescos dos dentes e da boca.

4. Consulte seu dentista. Não use a gravidez como desculpa para evitar o checkup regular que mantém o sorriso da gestante sadio enquanto espera o bebê. O dentista deverá ser avisado da gravidez para poder tomar as precauções apropriadas (como a realização de certos tipos de radiografia).

É verdade que a gravidez significa um período de mudança, especialmente para o seu corpo. Mas você não precisa sofrer com o desconforto bucal. Converse com seu obstetra/ginecologista quanto a sugestões de medicamentos seguros, para garantir que seus dentes sensíveis não tornem os nove meses desagradáveis. Com orientação profissional coerente e cuidados pessoais, você poderá usufruir da gravidez sem se preocupar com os efeitos colaterais dentários.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)