PUBLICIDADE

Autoteste de HIV: como é feito o diagnóstico?

Resultado positivo requer confirmação laboratorial para iniciar tratamento

Ninguém duvida que conhecer um problema é o primeiro e talvez o mais difícil passo para lidar com ele. Isso também é verdade para a saúde. O diagnóstico em tempo adequado é fundamental para o tratamento e controle de todas as doenças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O teste realizado imediatamente após a exposição ao risco, ou mesmo em até três meses após o contato, pode não ser capaz de diagnosticar HIV.

Com o HIV, o diagnóstico precoce é fundamental. Pode-se viver infectado pelo HIV por muitos anos, sem sintoma algum. No entanto, sabe-se que mesmo no período silencioso, ainda que não ocorram os sintomas de HIV clássicos, a presença do vírus é maléfica para o organismo.

O autoteste de HIV

O autoteste aumenta as formas de se diagnosticar o HIV e melhora o acesso ao exame. Se antes, para fazer o teste de HIV em serviços privados era necessário um pedido médico, ou no SUS, uma visita aos centros de testagem, hoje é possível fazer isso com teste vendido em farmácia e na internet.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Da mesma forma que uma mulher com atraso na menstruação dá um pulo na farmácia e escolhe fazer o seu teste de gravidez no conforto do seu lar, hoje, qualquer um de nós pode fazer o teste de HIV sozinho ou acompanhado, em casa, na hora que decidirmos.

Como fazer

São disponíveis para autoteste o kit que usa uma gotinha de sangue da ponta do dedo e outro que usa saliva. O resultado fica pronto em menos de meia hora. Assim, mesmo os mais medrosos não têm desculpa. Os testes são bastante simples, não doem e vêm acompanhados de manual de instruções e de todos os insumos necessários.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recomenda-se que o teste seja realizado em local calmo, onde você não será interrompido. Suas mãos devem estar limpas e se for fazer o teste de saliva, a boca deve estar limpa, sem resíduos de comida. Para isso, você não deve comer meia hora antes de fazer o teste. O resultado fica pronto em 20 minutos.

Resultado positivo

Para os resultados positivos, é necessário procurar um centro de testagem ou, ainda, o médico de sua preferência para realizar um teste confirmatório. Se você não souber onde procurar ajuda, ligue para o Disque DST/Aids 0800 16 25 50.

Resultado negativo

Em caso de resultado negativo e se a exposição de risco tenha acontecido há mais de três meses, o teste é negativo e a ordem da vida é continuar a se proteger. Caso tenha havido exposição de risco há menos de três meses, recomenda-se manter relações sexuais protegidas e repetir o teste três meses após a exposição.

Cuidados

Isso precisa ficar bem esclarecido: o teste realizado imediatamente após a exposição ao risco, ou mesmo em até três meses após o contato, pode não ser capaz de diagnosticar HIV. Isso responde de antemão quem imaginar ser seguro trocar a camisinha pelo teste. Assim, a ideia de "ora, faço o teste antes de transar, se negativo, vou tranquilo", não é exatamente inteligente.

O teste é eficaz para diagnosticar HIV a partir de algumas semanas de infecção. O velho conceito de "janela imunológica", ou seja, período em que já se está infectado, mas os exames não são capazes de diagnosticar, também é valido para o autoteste. Isso acontece porque o corpo ainda não teve tempo de produzir os anticorpos que são detectados no sangue.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De todo modo, trazer o teste para dentro de casa pode ser uma forma mais tranquila de realizá-lo. Coisa que, em casa, no laboratório ou no centro de testagem, todos os adultos devem fazer, pelo menos uma vez na vida. Ficar na escuridão com tantos recursos disponíveis é que não dá!

Importância do diagnóstico e tratamento precoces

O HIV vai, silenciosamente, diminuindo a capacidade de defesa do corpo e também causa estresse contínuo em várias células, deixando o organismo num constante estado de inflamação que é prejudicial para diversos órgãos e sistemas.

Tanto isso é verdade que hoje recomenda-se tratamento com medicamentos específicos para todas as pessoas infectadas pelo HIV, independentemente de quão preservada esteja sua saúde.

Tratar o HIV precocemente mostrou-se benéfico para prevenir outras doenças e para preservar a saúde das pessoas infectadas.