Candidíase: 6 tipos de alimentos que pioram o quadro

Massas, doces e carnes devem ser consumidas com mais cuidado quando se tem a doença

POR NATHALIE AYRES - ATUALIZADO EM 09/11/2016

A candidíase é uma doença causada por um fungo, a Candida albicans, que já vive na região genital feminina em equilíbrio com os outros micro-organismos da região. Quando ocorre algum desequilíbrio, ele pode se multiplicar e ocasionar a candidíase.

PUBLICIDADE

Um dos fatores que desencadeiam os sintomas de candidíase é a alimentação. "O fungo precisa de um ambiente ácido para se reproduzir, e alimentos ricos em carboidratos simples, gorduras e proteínas animais contribuem para essa acidez", explica o nutrólogo Roberto Navarro. Veja a seguir alimentos que podem atrapalhar a recuperação da candidíase e que podem ser reduzidos quando se tem a doença.

Carboidratos simples

Um dos alimentos que mais influenciam no metabolismo do fungo Candida são os carboidratos simples. Esses alimentos são digeridos pelo organismo e liberam energia mais rapidamente. "As células da Candida Albicans precisam de glicose para constituir suas paredes celulares e expandir suas colônias no organismo", explica a nutricionista Clarissa Fujiwara, Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP) e membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (ABESO).

E como já explicado, eles ainda pioram a acidez do sangue e do organismo. Por isso, os alimentos que liberam muita glicose no organismo, são os maiores inimigos de quem está com candidíase.

Entre eles estão as farinhas brancas e seus derivados, o arroz branco e qualquer item rico em açúcar devem ser consumidos com moderação. Prefira itens integrais e ricos em fibras, que tornam essa liberação de glicose mais lenta, e por isso mesmo mais aliados da dieta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Frutas e vegetais ricos em açúcar e amido

As frutas e vegetais também podem ser ricos em açúcar e amidos, itens que rapidamente se transformam em glicose no nosso corpo. "O ideal é tentar escolher frutas com índice glicêmico mais baixo, como morango, maçã e pera", lista o ginecologista Paulo Amaral, do Rio de Janeiro (RJ). Confira as frutas com maior índice glicêmico e como consumi-las.

Além disso, o nutrólogo Roberto Navarro aponta que o principal é evitar ingerir sucos. "Como neles as frutas não estão acompanhadas da casca e outras partes mais fibrosas, o açúcar é absorvido muito mais rapidamente", explica o especialista. Portanto, o ideal é evita-los quando você estiver com candidíase.

Proteínas animais

As proteínas animais estão muito relacionadas com a maior acidez do organismo. Esses itens, devido também ao seu tipo de gordura, também causam uma maior inflamação no organismo, o que prejudica o sistema imunológico, de acordo com o nutrólogo Navarro. Portanto, o ideal é tomar cuidado ao consumir carnes de porco, boi e frango, e outras fontes de proteínas e gorduras animais, como leite, ovos e manteiga.

"Uma alimentação vegetariana, com menos carnes, é o ideal para uma fase de tratamento de candidíase", pondera o especialista. O peixe, no entanto, pode ser uma ótima pedida, por ser rico em ácidos-graxos ômega-3, que são anti-inflamatórios.

O leite merece um cuidado a mais, por ser também rico em açúcar, no caso a lactose, que também se converte em glicose após a digestão. Os queijos e iogurtes costumam ter menos lactose devido aos processos de fermentação, mas o gorgonzola precisa ser evitado quando se está com candidíase, devido à grande quantidade de bactérias que ele contém, alerta o ginecologista Paulo Amaral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Carnes processadas

Carnes processadas são aquelas que passam por processos industriais, como carnes defumadas e embutidos. De acordo com Navarro, hoje esses alimentos em excesso podem ser prejudiciais à saúde, por conterem diversas substâncias inflamatórias, como o sódio em excesso, as gorduras hidrogenadas e os aditivos.

"Além disso, muitas vezes elas são acrescidas de dextrose e outros açúcares, prejudicando a glicemia do paciente", lembra a nutricionista Clarissa Fujiwara. Ou seja, se você já está com candidíase, vale a pena dar um tempo nesses alimentos até que o quadro regrida.

Amendoim e outras oleaginosas

As oleaginosas são muito saudáveis, mas algumas, principalmente o amendoim, corre um maior risco de contaminação por fungos, se tornando um item polêmico para quem tem candidíase. "Recomenda-se evitar o consumo dessa oleaginosa e seu óleo derivado quando o quadro está ativo", alerta Clarissa.

As outras oleaginosas devem ser compradas com atenção, evitando aquelas que são vendidas à granel, pois o armazenamento inadequado a torna um alvo fácil de fungos também.

No entanto, o ômega-3 presente em algumas delas pode ser muito indicado. O ideal é privilegiar outras fontes destes ácidos graxos, como os peixes, óleos de linhaça e chia, entre outros.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas acabam sendo inimigas da saúde de quem está com candidíase por diversas razões. A primeira é sua atuação no sistema imunológico, como nos lembra o nutrólogo Navarro. "Além disso, o consumo diário de álcool também pode acidificar o sangue e o organismo, tornando o meio mais propício para a proliferação do fungo Candida.

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas acabam sendo inimigas da saúde de quem está com candidíase por diversas razões. A primeira é sua atuação no sistema imunológico, como nos lembra o nutrólogo Navarro. "Além disso, o consumo diário de álcool também pode acidificar o sangue e o organismo, tornando o meio mais propício para a proliferação do fungo Candida.

Bebidas alcoólicas também são fontes de carboidratos, e o consumo excessivo de álcool pode manter os níveis de açúcar no sangue mais altos de forma consistente, como frisa Clarissa.

Por quanto tempo devo evitar esses alimentos?

A alimentação é um fator com forte influência na candidíase, mas o nutrólogo Navarro lembra que não é o único a causar o problema. "Pessoas com hábitos alimentares muito bons também podem apresentar candidíase por outros motivos", pondera o especialista.

Para ele, a intervenção alimentar é mais importante quando a pessoa apresenta quadros de repetição de candidíase, em que é preciso entender melhor o que pode estar propiciando o quadro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

No entanto, maneirar os alimentos citados nessa matéria pode ser benéfico para ajudar na recuperação mais rápida da candidíase, juntamente com o tratamento adequado indicado pelo médico.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.