PUBLICIDADE

Pernas cansadas: conheça as causas e saiba como tratar

Sensação constante de pernas cansadas pode indicar problemas de circulação na região

Mulher sentada com a mão na perna - "Foto: Getty Images"
Maus hábitos podem causar e agravar os problemas de circulação na região das pernas

A sensação de pernas cansadas, que aparece geralmente no final do dia, pode ter diversas causas, entre elas excesso de esforço físico ou mesmo algumas doenças como, por exemplo, a fibromialgia. Porém, o mais comum é que este sintoma seja resultado de má circulação na região.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As dores nas pernas causadas por problemas vasculares podem ter basicamente dois motivos: circulação arterial deficiente ou problema no retorno do sangue venoso (a volta do sangue da periferia do corpo até o coração).

Quando há uma deficiência na circulação arterial, o principal sintoma é cãibra nas pernas, principalmente durante a prática de exercícios físicos. Já quando o problema é venoso, a sensação de peso, cansaço e pernas inchadas é comum. Às vezes, também ocorre formigamento ou dormência devido ao inchaço.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alguns maus hábitos podem causar e agravar os problemas de circulação na região das pernas. De acordo com o cirurgião vascular Raimundo dos Santos, da Rede de Hospitais São Camilo, indivíduos que trabalham ou permanecem em pé ou sentados, na mesma posição, durante longas horas têm mais tendência a desenvolver o problema.

"Algumas pessoas que trabalham na mesma posição por muito tempo desenvolvem varizes nas pernas e testemunham dores, inchaços e a sensação de cansaço, que evoluem gradativamente ao longo do dia. Em geral, associado ao uso de meias elásticas de compressão e medicamentos específicos, essas pessoas devem realizar pausas compensatórias a cada duas horas, mudando de posição ou realizando caminhada curta, de no máximo cinco minutos", explica o médico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O cirurgião vascular Sergio Belczak, especialista em angiorradiologia e cirurgia endovascular do Instituto Belczak de Cirurgia Vascular e Endovascular, acrescenta que sobrepeso e sedentarismo também são fatores que agravam o problema, pois prejudicam o funcionamento adequado da circulação. Ele ressalta que, além do uso da meia de compressão prescrita pelo médico, a prática regular de atividades físicas é muito importante.

Em casos mais graves, a má circulação pode causar problemas de varizes e obstrução das artérias das pernas, o que pode ocorrer principalmente em decorrência do tabagismo. Portanto, abandonar o cigarro é essencial.

Opções de tratamentos

"O tratamento pode ser clínico, com medidas que combatam a estase venosa (quando a velocidade da circulação do sangue diminui) englobando perda de peso, realização de atividade física regular supervisionada e utilização de meias elásticas de compressão graduada.

Além disso, o uso de medicação específica para tratamento de doenças venosas crônicas (flebotônicos) e a escleroterapia podem ser necessários", esclarece o médico angiologista Marcos Arêas Marques, da Unidade Docente Assistencial do Hospital Universitário Pedro Ernesto e membro do Conselho Científico da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). Ele completa explicando que o tratamento cirúrgico pode ser indicado em alguns casos.

O uso de medicamentos fitoterápicos específicos para melhorar a circulação do sangue também pode ajudar no tratamento e na prevenção de problemas circulatórios.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Muitos pacientes sentem alívio com a utilização de fitoterápicos. Para este fim, há formulações prescritas, tanto via oral quanto cremes tópicos. São possíveis componentes destas fórmulas a castanha da índia, rutina, arnica, centelha asiática, entre diversos outros fitoterápicos", diz Sérgio Belczak.

A professora de Farmácia das Faculdades Oswaldo Cruz Nilsa Wadt, doutora em Fármacos e Medicamentos pela Universidade de São Paulo, explica que existem vários fitoterápicos que podem ser utilizados para a melhoria da circulação sanguínea periférica, auxiliando em casos de varizes e dores nas extremidades.

"Muitos medicamentos fitoterápicos têm propriedades que aumentam a resistência vascular, fazendo com que os vasos retomem a elasticidade anterior, possibilitando o retorno venoso adequado. Há também os que impedem a formação de trombos, auxiliando a circulação no geral", esclarece Nilsa.

A professora alerta, porém, que fitoterápicos podem ter efeitos colaterais e ressalta a importância do profissional da saúde no tratamento do problema: "O acompanhamento médico é essencial nos casos de sensação de 'pernas cansadas', pois o diagnóstico da patologia correta é muito importante, visto que para cada doença há uma indicação de fitoterápico", afirma.

Raimundo Santos também reforça a importância de se consultar um especialista para determinar as causas exatas do sintoma de pernas cansadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Se a pessoa estiver apresentando muitos sintomas, é necessário buscar a opinião de um especialista, como um cirurgião vascular, para a avaliação completa da circulação e determinação da necessidade de algum tratamento clínico ou cirúrgico", aconselha o cirurgião vascular.